30/04/2011

Quem quer pão?



Sempre gostei de pão caseiro! Talvez porque me lembre de quando eu era criança...
Às vezes, meu pai resolvia fazer pão e quando chegava na hora de modelar, ele chamava a gente: meus irmãos e eu! E era uma bagunça só! Fazíamos cada formato maluco... (é que meu pai é muuiiito sarrista!)... fofinho (eu fazia carinhas!). Era muito bom! E o cheirinho do pão na cozinha? Hummm!

Como eu passei praticamente a Páscoa inteira na casa de meus pais, eu ganhei um presente que me levou à essa receita de hoje: ovos caipiras das galinhas de papis! Essa é a vantagem de morar no interiorrrr!...rsrs...

Esse pão caseiro, que eu peguei daqui, fica muito gostoso e é bem versátil. A massa não fica nem muito doce, nem muito salgada, permitindo que você recheie com goiabada, chocolate, passas etc.
Eu fiz dois tipos para dar um empurrãzinho na sua criatividade. Vamos testar?




Pão caseiro fofinho


Aproximadamente 01 kg de farinha de trigo
04 ovos
01 copo (de requeijão) de leite morno (você usará 08 colheres dessa quantia leite para preparar o fermento. Mascuidado: se você usar leite quente estragará o fermento!)
01 xíc (chá) de óleo de milho (ou canola)
05 colh (sopa) de açúcar
01 colh (chá) de sal
02 tabletes de fermento para pão
01 gema + 01 colh (sopa) água filtrada para pincelar sobre os pães


Usei todos os ingredientes, sem alterá-los. Porém, a execução da receita, eu fiz um pouquinho diferente e deu super certo! Confira:

Preparando o fermento:

Em uma tigela pequena, coloque 08 colheres (sopa) de leite morno e dissolva o fermento. Deixe a mistura descansando por 05 minutos. É muito importante obedecer esse pausa, pois o fermento precisa desse tempo para reagir!


Preparando o pão:

No liquidificador, coloque o restante do leite, o óleo, os ovos e a mistura com fermento. Bata por alguns minutos e reserve.

Pré-aqueça o forno (180°C)

Em uma tigela grande, coloque +/- 600 g de farinha, o açúcar e o sal. Misture delicadamente com um garfo e acrescente aos poucos a mistura do liquidificador. Mexa com  o auxílio de uma colher e vá acrescentando o restante da farinha também aos poucos, intercalando com a mistura do liquidificador. Quando a massa começar se desprender da tigela e da colher, passe-a para uma superfície lisa e enfarinha e comece a sovar. Nesse momento, a massa não deve grudar nas mãos! Se isto acontecer, é sinal de que ela ainda não está no ponto, portanto você deverá acrescentar mais farinha (sempre aos poucos), até a massa ficar lisa e homogênea.
Depois de sovada, deixe descansar por 15 minutos e em seguida modele os pães. Coloque-os em uma assadeira retangular, untada e polvilhada. Pincele a mistura da gema + água sobre os pães e leve ao forno por 20 minutos ou até estarem dourados.

Dica: quando retirar os pães do forno, bata (com os nós do dedo) na parte inferior do pão. Se o som sair oco, é sinal de que o pão está assado. Coloque os pães sobre uma grade para que eles esfriem mais uniformemente.



Para fazer os pães recheados com chocolate:


  • Separe uma parte da massa e divida em partes iguais. (eu dividi em quatro partes iguais)
  • Abra a massa com a mão e coloque o chocolate picado em pedaços pequenos





  • Feche a massa com as mãos, enrole fazendo uma bolinha






Depois de assados, prepare um cafezinho e chame os amigos para saboreá-los! Bom apetite!!!


*****



28/04/2011

Festival de Sopas e Caldos III - couve & manjericão



E o tempo está colaborando para o "Festival de Sopas"... A de hoje é muuuuito rápida e possui um sabor marcante de manjericão. Para aqueles que gostam desse tempero, é um "prato cheio"...rs. Que delícia! Fica ótima, só peço que me desculpem pela foto, que não ficou muito boa... Tentei caprichar, mas a bateria estava no final e quando estava tirando de um outro ângulo...ela apagou! =(
Bom, comentários sobre a fotógrafa à parte, que tal anotar os ingredientes?


Sopa de Couve com Manjericão

01 colh (sopa) de azeite
01 dente alho picadinho
01 cebola pequena cortada em cubinhos
1/2 gomo de lingüiça fininha tipo calabresa (cozida e defumada)
04 xíc (chá) de água filtrada
02 xíc (chá) de couve picadinha
3/4 xíc (chá)  de macarrão (Use aquele que preferir! Eu usei o argolinha)
02 colh (sopa) de majericão
Sal a gosto

Preparo

Em uma panela média, junte o azeite, o alho e a cebola. Quando estiver começando a dourar, acrescente a lingüiça. Refogue-a em fogo alto, por +/- 5 minutos, mexendo de vez em quando com uma colher de pau, para não grudar no fundo da panela.
Acrescente a água e espere ferver. Coloque a couve, o macarrão, o sal, misture e deixe ferver novamente. Tampe a panela e cozinhe em fogo médio por +/- 30 minutos.
Por último, junte o manjericão e misture. Sirva em seguida.


(Obs.:Receita para duas pessoas)






27/04/2011

Bolachinha Vaca Malhada: ma-ra-vi-lho-sa!!!





Oi tchurma! O feriado de Páscoa rendeu alguns posts novos...

Lembram quando eu falei do bombom de chocolate que dei para meus pais na Páscoa? Então, nesse post eu disse que foi o 1° presentinho que eu dei. Mas e o segundo? Calma, é sobre isso que vou falar aqui...

Então, eu preparei duas receitas diferentes para os meus pais + sogrão & sogra. Fiz duas caixinhas com guloseimas diferentes, afinal eles merecem!!!

E hoje vou falar do 2° presentinho...
Eu achei a receita de uma bolachinha chamada "Vaca Malhada" lá no site da Talita, o Chocorango. (esse site é uma tentação, de tanta coisa gostosa que a gente encontra lá, mas depois eu falo sobre isso...)
Então, continuando, essa bolachinha é maravilhosa, pois derrete na boca. Ela é simplesmente igual àquele slogan: impossível comer uma só!!! =D
Tá aí uma outra coisa que amo de paixão: bolachinhas, biscoitinhos, sequilhos, todas aquelas gostosuras de chá da tarde, que eu não como à tarde, mas sim, à qualquer hora do dia...rs

Querem experimentar??? Anotem tudinho...






Bolachinha Vaca Malhada (receita inalterada)


 Para a massa branca:

60g de manteiga sem sal
2 colheres (sopa) de açúcar
1/2 colher (chá) de essência de baunilha
1/2 xícara de amido de milho
1/4 de xícara de farinha de trigo
1/2 colher (chá) de fermento em pó

Para a massa escura:

60g de manteiga sem sal
2 colheres (sopa) de açúcar
1/2 colher (chá) de essência de baunilha
1/2 xícara de amido de milho
1/4 de xícara de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de cacau em pó
1 colher (sopa) de leite
1/2 colher (chá) de fermento em pó


Preparo da massa branca: bata a manteiga com o açúcar até formar um creme claro e fofo (a cor será uma amarelo clarinho). Acrescente a baunilha, o amido, a farinha e fermento e misture delicadamente. Não bata na batedeira! Coloque a massa em um saco plástico e leve à geladeira enquanto prepara a massa escura.


Preparo da massa escura: na mesma tigela da batedeira, bata a manteiga com o açúcar até formar o mesmo creme claro e fofo. Acrescente a baunilha, o amido, a farinha, o cacau, o leite e o fermento e misture delicadamente.


Montagem
Pré-aqueça o forno a 180˚C. Unte uma forma grande.


Para fazer as bolachinhas, pegue uma porção da massa branca e outra porção menor de massa escura e modele uma bolinha, tomando cuidado para não mesclar demais as duas massas, tornando-as de uma cor só. Coloque em uma forma untada e leve ao forno por 10-15 minutos, até estarem com a base levemente dourada. Se preferir bolachinhas macias, retire do forno sem dourar. Se preferir bolachinhas crocantes, deixe dourar.

Depois de assadas, coloque-as sobre uma grade para esfriarem.

Rendimento: 80 bolachinhas pequenas








26/04/2011

Festival de Sopas e Caldos II - carne & espinafre




Ontem eu estava "esperta" na cozinha...rs
Fiz um almocinho típico de segunda-feira: bem simples com comidas feitas para desintoxicar dos exageros do feriado...salada de folhas... muito verde para ajudar na digestão! A balança agradece...rs. E ao mesmo tempo, já deixei a janta semi-pronta, pois eu não ia ter tempo de fazer à tarde por causa do meu trabalho. Lá pelas 21h30, rotina encerrada, hora de finalizar a janta. Faltava só colocar o macarrão para amolecer... e  voilà!

Fiz uma Sopa de Capelli d'Angelo com carne e espinafre. Eu já falei que eu adoro sopa, né? Acho que sim... E a minha mãe é que é a maior culpada disso, pois ela prepara sopas deliciosas: de legumes, de ervilha com carne (a minha favorita!), de lentilha, de feijão, caldo verde... nossa! Nem sei mais...rs.

Bom, voltando à sopa, o marido fez o teste-drive, como sempre, e disse que estava uma delícia!!! Mais um incentivo para eu continuar testando... =D

E como a tendência agora é de a temperatura começar a baixar cada vez mais, tenho mais motivos para preparar "sopitchas" gostosas. Obaaa!!!

Aos poucos eu vou dividindo com vocês os meus caldinhos favoritos, ok?


Sopa de Capelli d'Angelo com carne e espinafre


01 colh (sopa) de azeite
01 cebola média
01 dente de alho
100 g de acem picado em cubinhos
01 tomate bem vermelho
01 cubinho de caldo de carne
02 batatas pequenas
1/2 xíc (chá) de espinafre bem picadinho ou triturado no processador
03 "ninhos" de macarrão capelli d'angelo
Sal a gosto
Água filtrada
Salsinha e queijo ralado para dar um toque final


Preparo:

Em uma panela de pressão, no fogo baixo, coloque o azeite, a cebola e o alho bem picadinhos. Frite até dourar e acrescente a carne. Deixe a carne soltar o seu sulco e acrescente o tomate picado em cubinhos. Se necessário, para não queimar a carne, acrescente um pouco de água. Quando o tomate estiver se desmanchando, coloque 01 copo de água filtrada, deixe ferver e adicione o caldo de carne. Deixe fervendo por mais um ou dois minutos e acrescente o restante da água (700 ml), as batatas cortadas em pedaços pequenos e o espinafre (que ajuda amolecer a carne!).
Tampe a panela de pressão, coloque em fogo alto e assim que sair o vapor, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 25 minutos (esse é o tempo para a carne ficar bem macia!).
Depois do cozimento, apague o fogo, espere todo o vapor sair e abra a panela. Acenda o fogo (baixo) novamente e espere alguns minutos até a água ferver. Coloque o sal e na seqüência o macarrão. Em seguida, com a ajuda de um garfo, tente desfazer os ninhos, para que o macarrão não fique todo grudado. Verifique o tempo de cozimento na embalagem do seu macarrão e não ultrapasse esse tempo, pois o macarrão pode ficar mole demais, ok?

Macarrão no ponto, coloque em bowl, jogue um pouco de queijo ralado e salsinha para finalizar. Ficou bom, não ficou?

Hummmm!!!...


25/04/2011

Sobrou ovo de Páscoa? Aproveite para o Dia das Mães!


Lembrancinhas delícia: bombons de chocolate





Nooossa! Quanto chocolate nesse feriado!!
Mas, para mim nunca é demais, pois sou uma chocólatra inveterada! E aqui está uma idéia do que podemos fazer com as sobras (se é que sobrou alguma coisa!) de chocolate. Aliás, o Dia das Mães está chegando... Que tal prepararmos um presentinho saboroso, personalizado e recheado de muito amor? Afinal, ela merece todo o carinho do mundo, não é mesmo?

Fiz essa receitinha para meus pais, sogro & sogra, como presente de Páscoa. Foi um dos presentes... Farei um outro post sobre o segundo presente. Aguardem!!
Apesar de ter sido para a Páscoa, fica a sugestão para o Dia das Mães. Essa receita, que eu peguei daqui , é muito fácil! Você só vai precisar de alguns minutinhos para preparar o recheio de coco. Vamos lá, mãos-à-obra!!!



Bombons de chocolate com recheio de coco (Choconut)

200 g de coco seco ralado
1 xíc (chá) de chocolate em pó (não use achocolatado, vai ficar muuuiiito doce!)
1 xíc (chá) de glucose de milho
1/4 xíc (chá) de óleo de canola (eu usei óleo de milho e deu certo)
Chocolate ao leite ou meio amargo derretido para banhar os bombons (eu usei ao +/- 400 g de chocolate ao leite)
Óleo para untar as mãos


Preparo

Coloque todos os ingredientes, o coco, o chocolate em pó, a glucose de milho e o óleo de canola em uma tigela e misture-os com um garfo até que esteja quase tudo agregado. Para finalizar, com as próprias mãos continue mexendo até formar uma massa homogênea:



                                                                          

                   

Coloque a massa em um saco plástico e leve à geladeira por 20 minutos, apenas para que a massa fique firme.



Em seguida, retire a massa da geladeira e, com as mãos untadas no óleo, faça bolinhas pequenas e coloque-as em uma assadeira forrada com papel manteiga.







Leve as bolinhas para a geladeira por mais 30 minutos. Enquanto isso, derreta e tempere o chocolate ao leite.

Por último, banhe as bolinhas no chocolate, deixando o recheio de coco da parte superior da bolinha aparente. Leve-os novamente para a geladeira por 2 horas. Escolha uma embalagem bem bonita, coloque um lacinho e está pronto o seu presente!




     Que mãe que irá resistir???




24/04/2011

Olha quem veio te visitar...!


Coelhinho da Páscoa que trazes pra mim e para os meus leitores?

Espero que ele traga muito amor, sáude e harmonia para todos nós! E que nós consigamos viver intensamente cada momento de nossas vidas, como se fosse o último, pois só assim estaremos vivendo de fato o PRESENTE, que nos é dado com tanto amor por nosso Pai!

Um grande beijo à vocês,

FELIZ PÁSCOA!!!

18/04/2011

Idéias para a Páscoa - Brigadeiro de cenoura



É isso mesmo, brigadeiro de cenoura! Você não leu errado, não!  Nada mais propício para a Páscoa do que essa versão de brigadeiro. Que tal presentear as pessoas que amamos com um docinho tradicional em uma versão inusitada? Garanto que todos vão se surpreender, principalmente com o sabor, que fica super suave.

Anote a receita:


Brigadeiro de Cenoura



01 lata de leite condensado
02 cenouras médias raladas ou trituradas no liquidificador
01 colher de sopa de manteiga (ou margarina)
Coco ralado para decorar


Preparo:

Utilizando fogo baixo, derreta a manteiga em uma panela. Acrescente o leite condensado e as cenouras trituradas. Mexa sem parar por mais ou menos 8 minutos ou até a mistura se desprender do fundo da panela. Depois de pronto, o brigadeiro ficará com uma coloração levemente alaranjada.  coloque em um recipiente e deixe esfriar. Enrole os brigadeiros (ou coloque em copinhos) e polvilhe com coco ralado.

17/04/2011

O blog de cara nova

Olá pessoal!

Resolvi personalizar o meu blog... Talvez ele fique com essa "carinha". O que vocês acham?

Aguardo os comentários...

Bjs!

13/04/2011

Meu primeiro selinho!




Olá! Esse final-de-semana foi muito especial! Vocês devem ter visto as receitas anteriores referentes ao aniversário do meu marido, não é?
Então, estava eu passeando pelos deliciosos blogs de culinária, vendo os acessos das minhas postagens, quando resolvi visitar o blog da minha seguidora, a Rosa, e descobri que fui uma das 15 escolhidas para colocar o selinho no meu blog. =D
Agradeço a escolha, mesmo tendo ela sido feita aleatoriamente, pois esse foi o meu primeiro selinho.

A regra pede para falarmos 7 coisas aleatórias sobre nós mesmas... Então, aí vai:


  1. Não posso viver sem Deus, pois tudo vem Dele!
  2. Amo minha família (meu marido, meus pais, irmãos, cunhadas, sogro, sogra e claro, o Nino, meu cachorro!...rsrs)
  3. Sou feliz pelo o que eu SOU não pelo que tenho, afinal as coisas materiais são passageiras! Posso falar isso porque já vivi isso!
  4. Adoro a casa cheia de amigos, bons papos, comidinha feita no capricho e um bom vinho!
  5. Também adoro ficar sozinha, não tenho medo de minha companhia,  adoro pensar, pensar e pensar...
  6. Sou perfeccionista e muito exigente, e às vezes isso atrapalha.
  7. A Internet é algo fabuloso, que não consigo viver sem!


As regras são:

Colocar o link do blog de quem recebeu o selo
Falar sobre 7 coisas aleatórias sobre si mesmo
Premiar 15 blogs descobertos recentemente

10/04/2011

Bolo de chocolate com recheio de morangos



Vocês já viram fazer bolo no processador? Pois eu não! Quer dizer, depois dessa receita agora posso dizer que sim! E fica muuiiito bom! Super fofinho! Uma receitinha básica de Nigella Lawson que eu peguei aqui. Eu testei essa receita na semana retrasada, pois eu estava morrendo de vontade de comer um bolo de chocolate caseiro. Como eu estava sem tempo para fazer um super bolo, procurei algo mais prático e encontrei essa receita. Nem acreditei quando li que era feito no processador. Confesso que duvidei que ficaria bom, mas eu estava errada! Ainda bem!!!
Bem, e nessa semana, resolvi fazer esse bolo novamente, pois foi o aniversário do meu marido, que adora chocolate. Escolhi esse bolo pela praticidade. Preferi não arriscar com receitas mirabolantes. E devido ao rápido preparo, sobraria mais tempo para incrementar a cobertura e o recheio! O resultado agradou, pelo menos foi o que as crianças falaram! Claro que não é um bolo de confeitaria, um bolo perfeito, e sim um bolo caseiro e simples, porém gostoso. Querem testar?

Bolo de chocolate - Nigella Lawson

200g de farinha de trigo
200g de açúcar
1 colh (chá) de fermento
1/2 colh (chá) bicarbonato de sódio
40g de chocolate em pó
175g de manteiga sem sal
2 ovos
2 colh (chá) de essência de baunilha

150 ml de sour cream* - receita à parte logo abaixo (Para os que não conhecem, o sour cream é uma mistura muito utilizada em receitas americanas e britânicas. Em alguns países você encontra essa mistura industrializada, coisa que por aqui isso ainda não é possível, mas a gente dá um jeitinho. A receita do sour cream eu tirei do Cinara's place, um blog super fofo onde você encontra várias receitas tradicionais que vieram do outro lado do hemisfério e também do mundo velho. Vale muito a pena conferir!!!)

Preparo

Primeiramente, todos os ingredientes devem estar em temperatura ambiente, principalmente a manteiga, pois na hora de processar ficará mais fácil. Além disso, peneire todos os ingredientes secos.
Em seguida, prepare o sour cream. Utilize 01 lata de creme de leite sem o soro. Acrescente o suco de 01 limão médio. Misture bem. Deixe descansando em temperatura ambiente por 10 minutos e depois disso já está pronto para ser utilizado na receita.
Pré-aqueça o forno (180°C)
Coloque todos os ingredientes no processador seguindo a seqüência da lista acima. Bata bem até perceber que todos os ingredientes estão misturados. Unte e enfarinhe uma forma de 20 ou 23 cm e coloque a mistura. Leve ao fogo por 35 minutos, porém após 25 minutos verifique como está. Faça o teste do palito e se ele sair limpo desligue o forno e deixe descansando.

Recheio de morango
1/2 litro de leite
200 gramas de açúcar
3 gemas
1/2 xícara (chá) de trigo
1 colher (sopa) de amido de milho
1/2 lata de creme de leite sem soro
1 colher (chá) de essência de baunilha
01 caixa de morangos picadinhos

Preparo
Em um copo, coloque um pouco de leite para dissolver o trigo e o amido. Misture bem até perceber que não há mais pelotas. Feito isso, em uma panela, coloque essa mistura, o restante do leite e as gemas. Mexa bem. Quando o leite ferver, junte o açúcar e mexa sem parar. Assim que engrossar, acrescente a baunilha e deixe por mais uns minutos. Desligue o fogo, junte o creme de leite e deixe esfriar. Por último acrescente os morangos e reserve.

Cobertura de brigadeiro
02 latas de leite condensado
02 colh (sopa) de manteiga sem sal
04 colh (sopa) de chocolate em pó

Preparo
Em uma panela coloque a manteiga quando ela estiver derretida acrescente o leite condensado e o chocolate em pó. Mexa sem parar e após 8 minutos (ou quando estiver se desprendendo da panela) e desligue o fogo. Deixe esfriar.

Montagem do bolo 
Eu precisei fazer duas receitas do bolo devido ao número de pessoas que vieram aqui em casa (+/- 25 pessoas)
Coloquei o primeiro bolo e o molhei com uma mistura de leite e achocolatado. Espalhei o recheio de morango, e coloquei o outro bolo por cima. Eu também reguei o segundo bolo com a mistura do leite e achocolatado. Cobri com o brigadeiro, decorei com os confeitos e alguns morangos em cima.

Difícil de resistir, não?

Brigadeiros de copinho: tudo de bom!!!



Brigadeiro é a minha sobremesa predileta! Amo de paixão!!! Foi a primeira receita que aprendi e é a que mais faço. Gosto de todo jeito: de colher, com confeito, sem confeito, queimadinho no fundo da panela... Humm... é muito bom, não é mesmo? E agora a versão "copinho". Práticíssima, pois não precisa enrolar e serve até para decorar a mesa. Pretendo começar a testar umas receitas que tenho dos atualmente chamados "brigadeiros gourmet". Em breve vou postá-los também. Aguardem!


Brigadeiro de copinho (essa receita eu tirei daqui)

01 lata de leite condensado
1/2 tablete  de chocolate meio amargo picado em pequenos pedaços (1/2 tablete corresponde à 85g de chocolate)
01 caixinha de creme de leite
Confeitos para decorar
Copinhos descartáveis (30 ou 40 ml)
Mini colheres de plástico

Preparo

Em uma panela, leve ao fogo baixo o leite condensado com os pedacinhos de chocolate. Mexa sem parar para que não fique com pelotas até atingir a consistência de brigadeiro. Retire do fogo e acrescente o creme de leite. Misture bem e depois disso distribua nos copinhos. Decore com os confeitos e leve à geladeira por algumas horas. Sirva gelado.

Rende 18 porções


08/04/2011

Festival de Sopas e Caldos I - ervilhas secas & carne



Sopa de ervilha: amoooo!!!

Como eu adoro ervilha! Sei que para alguns, como minhas amigas, elas não têm sabor nenhum, mas para mim não! Muito pelo contrário! Até no meu sanduíche eu coloco ervilha! Talvez seja mais ou menos assim: onde uns colocam milho, eu ponho ervilha! Ervilha na manteiga com salsinha, ervilha no sanduba, ervilha no risoto, ervilha no macarrão, na pizza... bolinhas verdes por todos os lados. Então já vou logo avisando: essa sopa é uma overdose de ervilha! (sorry if you don't like it!)

Essa receita (nem as outras) não traz nada de sofisticado, como eu disse no meu primeiro post, apenas quero compartilhar receitas e não ser uma candidata à chef, mesmo porque estou muuuuiiito (e bota muito nisso) longe disso.

Aproveite o frio e faça um caldinho... hummm!



Sopa de ervilhas secas com carne

200 g de acem picado em cubinhos
02 xíc (chá) de ervilhas secas
 02 dentes de alho bem picados e 1/2 cebola média cortada em cubinhos (eu usei 1/2 colh (sopa) do meu tempero caseiro)
02 colh (sopa) óleo
Aproximadamente 1 e 1/2 Litro de água


Preparo

Em uma panela de pressão, coloque o óleo e frite  a cebola e o alho. Quando a cebola estiver amolecida, adicione os cubos de carne. Deixe fritando por alguns minutos até que a carne esteja "morena" (e não mais vermelha) e comece a soltar o seu sulco. Tampe a panela e deixe cozinhando em fogo baixo por 25 minutos. Depois disso, apague o fogo, deixe a panela esfriar e retire os cubos de carne. Reserve. Sobrará na panela o caldo da carne que foi cozida. Acrescente as ervilhas secas nesse caldo e complete com  1 e 1/2 Litro de água, aproximadamente. Leve ao fogo baixo e cozinhe por 20 minutos. Sirva com torradas e queijo parmesão ralado grosso.

Parmegiana com molho zaz - traz



O dia começou corrido...
Aniversário do maridão... preparativos para reuniãozinha de amanhã aqui em casa. Corre-corre. E ainda inventei de fazer o prato predileto dele sem ter os ingredientes! Eu só invento! Fui voando ao mercado e quando vi tinha pouquíssimo tempo para preparar. Como fazer um molho natural de tomates super rápido??/ Nós não gostamos de molhos prontos por razões óbvias: o sabor não se compara! E dá-lhe microondas! Ainda bem que ficou pronto à tempo... ele aprovou e quase não sobrou nada pra contar história...rs

Essa receitinha do molho de microondas sempre me salva... Aprendi com meu irmão mais velho, o Fábio, que cozinha muito melhor do que eu. Também pudera, né? Casado com a Elke, que além de nutricionista, é a gourmet more da família! Aliás, preciso fazer uns estágios com ela..rs.

Bom, voltando ao molho, veja como a receita é super simples (eu acho que eu modifiquei um pouquinho, Fábio!):




Molho natural de tomates de microondas

08 tomates bem maduros picados em cubinhos
1/2 cebola pequena cortada em pedaços miudinhos
01 dente de alho bem picadinho
02 colh (sopa) de azeite
Orégano e sal a gosto

Se preferir, pode usar um tempero caseiro (como eu fiz hoje), ao invés da cebola, alho e orégano. A receita do tempero caseiro você encontra aqui.


Preparo

Coloque todos os ingredientes em um refratário, misturando bem. Leve ao microondas em potência alta por +/- 7 minutos. Após esse tempo você terá um molho ainda com alguns pedaços de tomate. Em seguida, leve ao fogo até que a água do tomate evapore e o molho esteja mais encorpado. Se preferir, acrescente uma colher de chá de colorau, que vai deixar seu molho mais encorpado e vermelho.

07/04/2011

Filé de Pescada com Molho de Alcaparras




Que o peixe é uma carne super saudável todo mundo sabe. Porém, os iniciantes na cozinha talvez não saibam como prepará-lo.
Para isso, não há segredos e nem dificuldades, pois essa carne com apenas alguns temperos fica muito saborosa.

Eu gosto de servir o meu peixe com um molho de alcaparras, pois ele realça e dá um toque especial ao seu peixinho de todo dia. É tuuuudo de bom! E o melhor é que essa receita fica pronta num instantinho e o resultado é um molho divino!
Ótima sugestão para servir com peixes grelhados e fritos. Vamos experimentar?


Filé de Pescada

04 filés de pescada branca ou amarela
Suco de 02 limões
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Trigo para empanar

Preparo

Tempere os filés com o suco dos limões o sal e a pimenta. Atenção: cuidado ao salgar os filés, pois o peixe é uma carne que salga muito rápido, portanto é melhor colocar o sal aos poucos do que exagerar.
Depois de temperados, passe os filés na farinha de trigo, apertando bem com as mãos. Reserve.
Em uma panela média, coloque o óleo para fritar e assim que estiver quente, coloque os filés com cuidado e frite-os.




Molho de Alcaparras (quantia para + / - 500g de peixe)

50g de alcaparras bem picadinhas
03 colh (sopa) de manteiga ou margarina
02 colh (sopa) de salsinha picadinha
Sal, pimenta-do-reino e noz moscada

Preparo

Coloque uma panela pequena em fogo baixo e adicione a manteiga, uma pitada de sal, uma de pimenta-do-reino, uma de noz moscada e a salsinha. Quando a manteiga começar a derreter, isto é quando estiver amolecida, coloque as alcaparras e misture tudo muito bem. Continue mexendo até que adquira a consistência de um creme levemente grosso.

Bom apetite!

(receita adaptada do livro Dona Benta Comer Bem)


06/04/2011

Idéias para a Páscoa - Embalagem



Além da culinária, também sou apaixonada por artesanato! Sempre que possível, lá estou eu entre meus pincéis e tintas. E como a Páscoa está chegando, resolvi fazer alguma coisa referente ao tema. Escolhi algo fácil, bonito, barato e rápido. A idéia é fazer sacolinhas de papel kraft para colocar bombons,  barrinhas de chocolate  e o que você quiser dentro. Fica um charme! Confira:


Embalagens para a Páscoa


Material


Sacolinhas de papel kraft (você encontra em lojas de embalagens por +/- R$ 0,70  )
Pincel (brochinha n° 0)
Tinta acrílica (escolha uma cor que combine com o seu papel, eu escolhi um lilás claro, porém o amarelo também ficaria bom)
Stencil quadriculado
Papel - tema Páscoa - para decoupagem
Cola branca
Fita crepe
Retalhos de Tecidos
Palha para lacinhos nas  alças
Um pedaço de malha bem macia para limpeza do pincel

Instruções para montagem: utilize a um pedaço de fita crepe para prender o stencil na sacolinha. Em seguida, molhe o pincel na tinta e bata várias vezes no pedaço de malha, retirando bem o excesso de tinta. Cuidado para não deixar o pincel encharcado, por que se isso acontecer o desenho ficará borrado! Pincel no ponto, sem muita tinta, bata o pincel no stencil preenchendo cada espaço. Deixe secar por alguns minutos.
Cole o papel para decoupagem (eu geralmente espalho a cola branca com pincel, pois fica mais homogêneo). Rasgue duas tiras estreitas do tecido que você escolheu (+/- 15 cm). Corte um pedaço de  de palha, usando a mesma medida das tiras, e dê um nó em uma das alças da sacola. por último amarre as tirinhas de tecido sobre o nó de palha. Prontinho! Agora é só colocar os presentes de Páscoa!




05/04/2011

Promoção no blog Lu Arteira



Pessoal, vocês já conhecem o trabalho da Lu Arteira? Não? Então aqui está a sua chance! Ela tem mil e  uma idéias para a sua festa! Começando pelas lembrancinhas super originais chegando até as retrospectivas de aniversário, casamento etc etc etc... Tudo feito com muito amor pela minha prima-amiga-blogueira Luciane. O que você está esperando para passar ??? Corra e aproveite a promoção! Boa sorte!


01/04/2011

Escondidinho de carne seca com purê especial de batatas


Hoje é sexta-feira! O final de semana está só começando! E nada mais justo do que caprichar no almoço de hoje. Nada de arroz e feijão, vamos de comida Nordestina. Aliás, vai ser a primeira vez que vou experimentar um escondidinho... Antes dessa vida de casada, onde a gente tem que cozinhar e caprichar sempre, eu era (posso usar o verbo no passado, sim!) muito difícil para comer, eu escolhia sempre o tradicional, algo que eu conhecia para não errar... Mas, aos poucos, isso está mudando e eu fico feliz por isso! O segredo? O casamento e a culinária juntos! O casamento porque temos gostos e costumes diferentes e eu não posso fazer só o que eu gosto... e a culinária porque como ainda estou aprendendo, ela me ajuda a inventar moda na cozinha...rs
Que bom! Tudo muda não é mesmo? Por isso, mais do que nunca que o almoço de hoje vai ser duplamente especial! E quero que o de vocês também seja especial!

Beijos e um ótimo final de semana à todos!!!
Cintya Maria


Escondidinho de carne seca com purê especial de batatas

160 g de carne seca dessalgada (de acordo com as instruções do pacote da carne seca), cozida e desfiada
01 colh (sopa) manteiga sem sal (pode ser margarina também)
50 g de bacon picado em cubinhos
01 cebola pequena picadinha
03 dentes de alho bem picadinhos
02 tomates com semente, bem maduros picados em pedaços pequenos
1/2 xíc (chá) água
Queijo parmesão para gratinar

Preparo da carne:

Em uma panela no fogo baixo, aqueça a manteiga e em seguida acrescente o bacon. Frite o bacon até que ele esteja dourado. Adicione a cebola e o alho e deixe dourar também. Depois disso, coloque a carne seca, os dois tomates picados e a água. Deixe apurar bem (+/- 20 min). Desligue o fogo e reserve.

Atenção: eu não coloquei sal porque a carne seca e o bacon já são bem salgados!


Purê especial de batatas

01 colh (sopa) de manteiga ou margarina
03 dentes de alho bem picadinhos
04 batatas médias cozidas e amassadas
01 colher bem cheia de requeijão cremoso
1/2 xíc (chá) de leite
01 pitada de sal

Utilizando fogo baixo, coloque a manteiga em uma panela e quando ela estiver aquecida acrescente o alho picado. Frite o alho por somente alguns segundos (eu não costumo deixar o alho dourado quando faço purê). Acrescente as batatas. Mexa um pouco para misturar o alho com as batatas. Adicione a colher de requeijão e em seguida já coloque o leite e mais a pitada de sal. Misture bem e dentro de alguns minutos (+/- 05 min) o purê está pronto!


Montagem do escondidinho: 


Para ficar ainda mais charmoso o seu escondidinho, ao invés de colocar tudo em um refratário retangular, que também fica bonito, você pode utilizar ramekins. Que tal?

Distribua  a carne seca no fundo do recipiente até a metade. No espaço restante, cubra com o purê. Salpique queijo parmesão ralado e leve ao forno (temp. 180°C) para gratinar.