30/05/2011

Chocolate Quente


Com esse frio, para esquentar o seu dia, só mesmo um bom chocolate quente! Receitinha super fácil que aquece o coração das pessoas que amamos! Foi o que fiz ontem para a minha noite de domingo. Fui dormir quentinha e feliz depois dessa bebidinha...
Espero que gostem!

Chocolate Quente

04 copos (daqueles de requeijão) de leite integral
04 colh (sopa) chocolate em pó
02 colh (sopa) de amido de milho
1/2 lata de leite condensado

Preparo
1. Numa panela, em fogo baixo, aqueça bem o leite, sem deixar ferver.
2. Quando estiver bem aquecido, adicione  o amido, mexendo sempre, até que ele esteja totalmente dissolvido.
3. Depois disso, acrescente o chocolate em pó e o leite condensado.
4. Continue mexendo, por +/- 05 minutos, para agregar bem os ingredientes e não formar pelotas.
Sirva em seguida.

Beijos e tenham um ótimo dia!
Cintya Maria

27/05/2011

Festival de Sopas e Caldos VI - Sopa de Legumes



Mais uma opção para esse friozinho...
Essa sopa eu devia ter chamado de "Sopa Francesa "Restê d'ontê"...rsrs. Pois usei o que eu tinha de legumes na geladeira. Alguns legumes estavam na metade e mesmo assim a sopa ficou saborosa!
O bom da sopa de legumes é que, além de ser nutritiva, num instantinho fica pronta, os legumes amolecem rapidinho!


Sopa de Legumes (para 02 pessoas)

01 colh (sopa) de azeite
02 dentes de alho picadinho
01 cebola pequena cortada em pedacinhos
01 tomate bem vermelho picado em cubinhos
1/2 abobrinha picada com casca
01 mandioquinha (= batata baroa) descascada e fatiada
01 cenoura grande descascada e cortada em rodelas
02 batatas médias grandes, descascadas e cortadas em rodelas
01 xíc (chá) de macarrão (eu usei o argolinha)
02 colh (sopa) de salsinha
01 tablete de caldo de legumes
Água para caldo
Sal a gosto
Queijo parmesão ralado para servir

Preparo

Em uma panela de pressão, coloque o azeite, o alho e a cebola e frite por alguns minutos. Acrescente o tomate e deixe refogar. Depois, adicione a abobrinha, a cenoura, a batata e deixe refogar por alguns minutos. Se necessário, para não grudar no fundo da panela, acrescente 1/2 xíc (chá) de água. Por último, coloque a mandioquinha. Cubra os legumes com água e espere ferver para acrescentar o caldo de legumes. Espere dissolver e tampe. Deixe cozinhar em fogo alto até atingir pressão. Atingindo pressão, abaixe o fogo e deixe cozinhando por mais 10 minutos. Desligue o fogo e espere a pressão sair para abrir a panela. Você pode também levar a panela até a pia e abrir a torneira, deixando a água escorrer sobre a panela por alguns segundos, isso acelera o processo, caso você tenha pressa ou não queira esperar.
De volta ao fogo, sem a tampa, adicione o macarrão e siga as instruções do fabricante (como usei o argolinha, em 05 minutos o macarrão já tinha amolecido).
Acerte o sal e salpique a salsinha. Não esqueça do queijo parmesão... para mim sopa sem queijo é como namoro sem beijo!...rsrsrsrs...

Bom apetite!!!





25/05/2011

Palmito e afins na Manteiga à La Steiner



Um dos acompanhamentos que eu mais gosto quando como carne vermelha é esse: palmito, ervilhas, cebolas cortadas em pétalas e pedacinhos de bacon. Tudo feito na manteiga e perfumado com salsinha. Simples assim! A-do-ro!!! Eu também gosto de purê (especial) de batatas, que eu já fiz por aqui, cebola e tomate no azeite, enfim, são várias as opções de acompanhamento.
Hoje vou contar como eu faço o meu Palmito na Manteiga à la Steiner. O nome vem do Filé Steiner*, servido no restaurante mais famoso de Itu, o Alemão. (*O filé leva o sobrenome dos proprietários)


Palmito e afins na Manteiga à La Steiner

01 colher de manteiga ou margarina
01 cebola média picada (pode ser em fatias ou em gomos)
1/4 xíc (chá) de bacon picado (corte-o no sentido da largura)
01 vidro de palmito cortado em fatias grossas
1/2 xíc (chá) de ervilhas
01 pitada de sal
Quante baste de salsinha (picadas grosseiramente)


Preparo

Eu fiz assim: para dar aquela aparência moreninha da foto, eu fiz o acompanhamento na mesma panela em que fritei a carne. Coloquei a manteiga (no fogo baixo) e esperei derreter. Em seguida, acrescentei a cebola e deixei fritar por alguns minutos. Adicionei o bacon e fritei bem até ficar bem coradinho. Depois agreguei os palmitos, misturando delicadamente para ficarem inteiros. Deixei refogar por +/- cinco minutos. Por último, coloquei as ervilhas, a pitada de sal e a salsinha. Quando a salsinha estava com uma coloração escura, desliguei o fogo.
Arrumei sobre os bifes e servi com arroz branco. E precisa mais???







20/05/2011

Bolo de Limão Siciliano



Sempre que eu como bolo de limão eu me lembro da professora Elaine, com quem trabalhei há alguns anos atrás. Numa festa de final de ano na escola, fizemos a revelação do amigo-secreto em meio aos comes e bebes, claro! Cada um tinha que levar um prato e, a Elaine levou o seu maravilhoso Bolo de Limão. Gente! Que delíciaaaa! Até então, eu nunca tinha comido um bolo de limão, pois só consigo pensar em bolo de chocolate!...rsrsrs
Eu comi tanto bolo naquele dia, que fiquei até com vergonha! Fiquei de pedir a receita pra ela, mas acabei esquecendo... =(
Naquela época eu nem tinha o blog, não era casada, então não havia necessidade de variar as opções de bolo, além disso tinha a minha mãe e a minha cunhada Elke que são as "experts" em bolos. Eu estava acomodada, admito.
Mas, as pessoas não falam que quando a água bate a gente aprende a nadar? Pois é, aqui estou eu... aprendendo a nadar, ops, quer dizer, cozinhar!
Testei essa receitinha e achei que ficou muito boa! Tão boa que a Elke e a Fabi me pediram pra postar aqui...
Promessa cumprida, cunhadas!!! Aqui está a receita:


Bolo de Limão Siciliano
(receita do Livro Dona Benta - Comer Bem)

200g de manteiga extra sem sal em temperatura ambiente (a temperatura é super importante, pois se a manteiga estiver gelada, você não vai conseguir bater!)
02 xíc (chá) de açúcar
04 ovos
03 xíc (chá) de farinha de trigo
1/2 colh (chá) de sal
02 colh (chá) de fermento em pó
01 colh (chá) de raspas da casca do limão (usei o tahiti por causa da cor...rs. Ah! Cuidado para não ralar a parte branca do limão, pois ela é amarga)
1/2 xíc (chá) de leite integral
02 colh (sopa) do suco do limão (eu usei o siciliano, para dar um toque diferente)


Cobertura de limão (a mais fácil do mundo!)

01 lata de leite condensado
suco de 01 limão siciliano peneirado

Preparo

Pré-aqueça o forno. (180°) e já deixe a forma que irá utilizar untada.
Misture em um recipiente o leite e o suco de limão. Reserve.
Em uma outra tigela, de preferência grande, peneire os ingredientes secos: a farinha de trigo, o sal, e o fermento em pó. Adicione raspas de limão.

Coloque em uma batedeira, a manteiga e o açúcar, bata em velocidade média até obter  um creme fofo e de cor amarelo claro. Acrescente os ovos um a um, batendo bem após cada adição. Abaixe a velocidade da batedeira ao mínimo e acrescente alternadamente, em 03 edições, a mistura de leite e a de farinha, terminando com a mistura de farinha. Seguir esses passos é de extrema importância para um bom resultado final! =)
Despeje a massa na assadeira e leve ao forno por 40 minutos ou até quando a massa estiver dourada. Faça o teste do palito para garantir que o bolo está bem assado.

Enquanto isso prepare a cobertura, que nada mais é do que misturar bem o leite condensado  com o suco do limão.
Despeje a cobertura sobre o bolo ainda quente, espalhando-a com o auxílio de uma espátula.

Veja se você consegue comer só um pedaço e depois me conte!...



19/05/2011

Cupcake mármore



Depois de alguns meses... "ele" está de volta! Hoje vou passar a receita pra vocês de um cupcake totalmente marmorizado: massa e cobertura. E, diferentemente de algumas receitas, essa massa não fica seca, não! E a cobertura? Linda, não é mesmo? Não, não foi invenção minha não, gente! Vou contar tudinho pra vocês... aprenderão, inclusive a usar um outro eletro em sua cozinha: o secador de cabelos! É sério, gente!
Portanto, prestem bem atenção!



Cupcake mámore
(receita retirada do livro Cupcakes / Larousse)

100g de manteiga sem sal
230g de açúcar
02 ovos inteiros
70g de amido de milho
170g de farinha de trigo
05g de fermento em pó
01 pitada de sal
110ml de leite integral
10g de essência de baunilha
60g de chocolate ao leite derretido

Preparo

Pré-aqueça o forno. (180°)
Em uma tigela, misture o amido de milho, a farinha de trigo e o fermento. Reserve.
Coloque a manteiga e o açúcar na batedeira e bata até obter um creme fofo. Junte os ovos, um a um, sem parar de bater. Adicione os ingredientes secos aos poucos, intercalando com o leite e a baunilha. (Se precisar,  use uma espátula para misturar bem todos os ingredientes, pois pequenas quantias da massa ficam grudadas nas paredes do recipiente, ficando difícil alcançá-los com a batedeira.)
Quando a massa estiver homogênea, pare de bater.
Divida a massa em duas partes: uma menor e a outra maior. Acrescente o chocolate derretido à porção menor e misture bem com uma colher.
Coloque a massa branca nas forminhas e por cima despeje um pouco da massa de chocolate. Lembre-se de preencher somente 3/4 da forminha, pois a massa irá crescer. Se você preencher a forminha toda, a massa do cupcake irá demarrar, cuidado!
Para obter o efeito marmorizado na massa, utilize um garfo para fazer movimentos do fundo da forminha para a superfície. Dessa forma, a massa branca irá se misturar com a escura. Não faça muito movimentos para não misturar demais a massa.
Leve ao forno por 40 minutos ou até que os cupcakes estejam assados.
Depois disso, coloque os cupcakes sobre uma grade, para que esfriem mais uniformemente.



Cobertura marmorizada

+/- 250g de chocolate ao leite derretido *
+/- 350g de chocolate branco derretido *
Secador de cabelos (é isso mesmo! Vocês não leram errado!!!)

(* para derreter o chocolate, pique-o em pedaços pequenos e coloque-o em uma vasilha. Leve ao microondas, na potência 70 alguns minutos. Retire de 40 em  40 segundos e mexa, até estar completamente derretido.)

Depois de frio, espalhe o chocolate branco sobre o cupcake, porém não chegue até a forminha, deixe um espaço pequeno. Pingue pequenas porções do chocolate ao leite sobre o branco. Com o auxílio de um secador de cabelos, use o calor para espalhar e misturar os chocolates, obtendo assim o efeito marmorizado. (eu usei a velocidade 2, mas meu secador é dos pequenos!)
Leve à geladeira para que a cobertura endureça.


Rendimento: 24 unidades


Gostaram do resultado? Espero que sim!...

Até a próxima receita!





18/05/2011

Festival de Sopas e Caldos IV - sopa-creme de palmito



Essa sopa-creme de palmito é simplesmente divina! E fica pronta num instantinho. Quer impressionar? Então faça essa sopa-creme para o jantar! Rimou...rsrsrs...
As pessoas irão pensar que você passou um bom tempo preparando, quando na verdade você precisou de apenas alguns minutinhos. E isso é o máximo, não?
Anote os ingredientes e mãos-à-obra:


Sopa-creme de palmito
     (Receita do livro Dona Benta)

02 colh (sopa) de manteiga ou margarina (eu fiz com manteiga)
01 cebola pequena picadinha
01 vidro de palmito picado em pedaços pequenos
02 xíc (chá) de leite integral (ou 500 ml)
1/2 cubinho de caldo de galinha
02 colh (sopa) de maisena
01 pitada de pimenta do reino
Salsinha a gosto para polvilhar
Sal


Preparo:

Leve uma panela ao fogo baixo e coloque a cebola e a manteiga. Frite a cebola por alguns minutos, até que ela fique transparente, mas não deixe dourar. Em seguida acrescente metade do palmito picado e deixe refogar por +/- 03 minutinhos. Adicione o leite, mas somente uma xícara. Deixe levantar fervura e adicione o caldo de galinha. Enquanto isso, dissolva a maisena no restante do leite. Após levantar fervura, coloque o restante da mistura leite + maisena e deixe engrossar, mas não muito. Apague o fogo e deixe o creme esfriar um pouco. Transfira o creme para o liquidificador e bata até triturar tudo. Se preferir, utilize um mixer para triturar os ingredientes (foi o que eu fiz!). Coe o creme e leve de volta à panela, acrescentando o restante do palmito picado, a pimenta e a salsinha. Acerte o sal e ligue o fogo por mais alguns minutinhos. Serva bem quentinho acompanhado de torradinhas.





E então, o que achou?



17/05/2011

Desvendando o segredo do frango assado





Existem coisas que, quando fazemos em casa, elas jamais saem iguais àquelas compradas. Por exemplo, a pipoca do pipoqueiro e o frango assado de padaria, não é mesmo?

Pois é... eu achei uma receita aqui fiz algumas pequenas alterações e o resultado foi um sabor muito próximo do frango comprado, seja no mercado ou na padaria. Vale a pena conferir!


Frango Assado Supimpa

01 peito de frango com pele
01 xíc (chá) água
1/2 xíc (chá) de creme de cebola
01 dente de alho grande
02 colh (sopa) de salsinha fresca
01 colh (sopa) de margarina (para colocar sobre o frango depois de temperado)



Preparo


Pré-aqueça o forno. (180°)


Coloque no liquidificador a água, o creme de cebola, o alho, a salsinha e bata tudo até ficar bem misturadinho. Em seguida, coloque o frango em um refratário e regue-o com a mistura do liquidificador. Despeje toda a mistura no refratário. Espalhe a margarina sobre o frango e cubra-o com papel alumínio. Leve ao forno por 01 hora. Depois desse tempo, retire o papel alumínio e deixe dourar por mais 30 minutos. (Eu utilizei o recurso "grill" do meu forno e deu super certo!)

Sugestão: você pode servir com arroz branco e batata sauté, como eu fiz. Ou se preferir, pode também servir com batata gratinada, ou com legumes na manteiga etc.
Use e abuse da sua criatividade! Bom Apetite!!!






16/05/2011

Fusilli Tricolori - Fast Food delícia!!!


Olá pessoal!

Depois da sexta-feira 13, aqui estou eu, sã e salva, felizmente sem nenhuma postagem perdida, como alguns colegas. Tudo no seu devido lugar.

Essa receitinha que fiz na semana passada, e eu a considero o meu fast-food predileto. Eu costumo variar o macarrão ou os acompanhamentos, e mesmo assim, esse prato sempre fica delicioso, modéstia à parte...rs Todas as terças e quintas-feiras, dou aulas em uma empresa e, quando saio de lá, por volta do meio-dia, estou verde de fome!
Chego em casa e penso em algo rápido, prático e gostoso... E a resposta logo vem à cabeça: macarrão, claro! Sem molho, para agilizar ainda mais, pois a fome é grande!

Na verdade eu não tenho uma receita, pois faço no "zóio"...rsrsrs... É assim que a gente fala aqui no interiorrrrr de São Paulo. Por isso, vou colocar uma lista de ingredientes com quantias aproximadas e, a partir disso, vocês acrescentem a quantia que desejarem, certo?

Fusilli Tricolori (para 01 pessoa faminta!...rsrsrs)

02 colh (sopa) de salsinha
01 pitada generosa de orégano
02 colh (sopa) de azeite
02 dentes de alho picadinhos
1/2 gomo de calabresa defumada (eu usei a calabresa fininha da Sadia)
1/2 xíc (chá) brócolis picado
1/2 xíc (chá) ervilhas
250 g de macarrão fusilli tricolori (ou qualquer outro de sua preferência)
Queijo para polvilhar (como eu estava sem parmesão, eu cortei cubinhos de mussarela e misturei com o macarrão ainda quente, o que fez com que o queijo derretesse... hum! Ficou muito bom!)



Preparo

Primeiramente coloque o macarrão para cozinhar e siga as instruções e o tempo sugerido pelo fabricante.

Em seguida, numa panela média, coloque o azeite e o alho. Frite até dourar. Acrescente a calabresa e frite até perceber que mudou de cor (quando as bordinhas estiverem moreninhas). Adicione o brócolis e a ervilha, e frite-os por alguns minutos. Coloque a salsinha e o orégano e deixe no fogo por + ou - 02 minutos, para dar tempo dos ingredientes pegarem o gosto dos temperos.




13/05/2011

Acreditas em superstição? Eu não!!!



Oi pessoal!!!

O que deu no Blog? Só pode ser a sexta-feira 13!...rsrsrsrs... Santa manutenção, Batman! Para quem é "super superstitious" isso deve ter alguma ligação...
Como eu não sofro desse mal, estou bem tranquilinha aqui na minha cozinha, aprontando novidades.

Logo logo colocarei as receitinhas novas que estou preparando!

Beijos!







04/05/2011

Rosca com Creme



Uma sugestão muito saborosa para o Dia das Mães, é essa rosca com creme. Fica divina!

Essa receita rende duas roscas, portanto, para as casadas dá para presentear a mãe e a sogra com uma receita só, não fazendo diferença para nenhuma!...rs

E se você não tem sogra, então sobra uma rosca para você saborear com as amigas. Já pensou? Vai arrasar!

Se tem uma coisa que gosto mesmo é pão caseiro! Pena que, com o corre-corre da semana, não me sobra muito tempo para ir para a cozinha. Ontem eu tinha um tempinho, então aproveitei para testar essa receita de rosca recheada. Foi a primeira vez que fiz um pão recheado com creme! Sempre faço com coco ralado, mas com creme eu nunca tinha feito. Confesso que fiquei super apreensiva, mas deu certo!

O pão demorou para ficar pronto... Não porque seja muito trabalhoso, mas porque tive que fazer em etapas. Agora vou explicar porque: é que eu trabalho em casa, sou uma private English teacher.
Geralmente à tarde eu não tenho aulas, em compensação à noite estou lo-ta-da! Graças à Deus e às indicações! Voltando para o pão, eu fiz a receita à tarde e quando chegou no ponto de deixar a massa crescer e fazer o creme, já estava na hora de eu me aprontar para as aulas. E foi o que tive que fazer. =(
Assim que terminei o creme, a minha primeira aluna chegou. E eu com a cabeça no pão... pensando: será que vai crescer muito? será que a massa vai ressecar? E, finalmente, quando o último aluno saiu, eu corri pra cozinha pra terminar o pão! Às 21h50, pois é! Abri a massa, tirei as fotos e coloquei no forno. E o resultado foi: duas douradas! =D
Ah, que alívio! Eu já podia dormir feliz!
No dia seguinte (hoje), tomei café com a rosca... que delícia! Tive mais aulas e só pude tirar as fotos delas assadas por volta das 11h. A luz é bem melhor! Vocês perceberão isso nas fotos, com certeza!
Bom, chega de conversa e vamos à receita:


Rosca com Creme




Massa

02 tabletes de fermento biológico fresco (30g)
1/4 de xíc (chá) de água morna
1/3 de xíc (chá) de manteiga sem sal (não use margarina)
3/4 xíc (chá) de leite quente
1/3 xíc (chá) de açúcar
1 colh (chá) de sal
02 ovos
+/- 4 xíc (chá) de farinha de trigo peneirada (500g)
01 gema misturada para pincelar (adicione 01 colh (sopa) de água filtrada à gema e misture bem)

Recheio

1/2 litro de leite integral
08 colh (chá) de farinha de trigo
03 gemas
1/2 xíc (chá) açúcar
01 colher (chá) de essência de baunilha


Preparo

Dissolva o fermento na água morna e deixe descansar. Cuidado! Lembre-se que temperatura quente e fermento não combinam! Enquanto o fermento descansa, em uma outra tigela grande, misture a manteiga com o leite quente. Mexa até que a manteiga esteja totalmente derretida. Deixe esfriar um pouco e junte o açúcar, o sal, os ovos e misture bem com um garfo. Acrescente o fermento e misture novamente. Aos poucos, adicione a farinha, amassando bem até obter uma massa lisa, que solte das mãos. Não coloque toda a farinha de uma vez, pois ficará difícil para misturar! A massa deve ficar assim:



Deixe descansar por 40 minutos. Esse tempo é suficiente para a massa dobrar de volume.

Enquanto a massa cresce, é hora de fazer o recheio. Numa panela, misture bem todos os ingredientes e só depois disso leve ao fogo baixo. Mexa sem parar até engrossar (caso contrário formará pelotas). Retire do fogo e deixe esfriar bem.

Divida a massa em duas partes iguais. Abra a massa num formato retangular (40 cm x 50 cm)  e espalhe o recheio frio até a metade da massa, tomando cuidado para que o recheio não vá até  as extremidades.



 Dobre a metade da massa sem recheio sobre a parte recheada, fechando bem as beiradas. Enrole como um rocambole:


Feito isso, torça a massa delicadamente algumas vezes e coloque sobre uma forma untada e enfarinhada. Deixe descansar por 50 minutos.



Pincele a mistura da gema com a água sobre  a rosca e decore com açúcar cristal.


Leve ao forno (180°) pré-aquecido, por 30 minutos ou até que esteja dourado, assim ó:




Não ficou bom? O que vocês acharam? Vocês gostam de pão caseiro? Doce ou salgado???

Um ótimo dia à todos! =D