28/09/2011

Pavê de Pescada



A receita de hoje vem da minha lista chamada "Testar". Não é propriamente uma lista, feita em ordem alfabética, organizadérrima como eu gostaria de ter, mas quando dá eu imprimo a receita, ou anoto em um rascunho e coloco dentro do meu caderninho de receitas, para algum dia experimentar. Vamos ver o que vocês acham dessa receita de hoje. Eu achei bem diferente; essa foi uma das razões da minha escolha. Os outros motivos, são porque eu já tinha a maioria dos ingredientes e porque eu ainda não havia preparado peixe nessa semana. (Eu tento variar os tipos de carnes consumidos em casa...)
Eu precisei fazer metade da receita, pois somos em 02 aqui em casa e dei uma leve adaptada também, pois o meu marido não é fã de molho branco. Ficou gostoso!!! E o principal: leve! Uma ótima opção para os dias mais quentes.


Pavê de Pescada
Levemente adaptado daqui

04 filés de pescada cortado em tiras
01 colh (sopa) de manteiga
05 folhas de hortelã
01 fio de azeite
02 xíc (chá) de legumes cozidos (eu usei aquelas combinações congeladas, chamadas de jardineira, mas pode ser brócolis ou outro legume que preferir
Sal e pimenta do reino a gosto
Batata palha para cobrir

Preparo
Temperar os filés de pescada com o sal e a pimenta.
Em uma panela aqueça a manteiga e o azeite e em seguida adicione as folhas de hortelã cortadas. Coloque as tiras de filé para saltear. Reserve.


Massa

01 xíc (chá)  de farinha de trigo
02 colh (sopa) de manteiga
1/2 colh (chá) de fermento
1/2 colh (chá) de sal
50 ml de creme de leite

Preparo
 Misture todos os ingredientes até obter uma massa homogênea. Abra a massa com as mãos e cubra o fundo de um refratário, fazendo furos com um garfo.  Leve ao forno para pré-assar por 20 minutos. Reserve


Purê de batatas

03 batatas cozidas, descascadas e amassadas
01 colh (sopa) de manteiga
1/2 caixinha de creme de leite
+/- 1/2 copo de leite integral
Noz moscada a gosto

Preparo
Em uma panela aqueça a manteiga e adicione as batatas. Acrescente o creme de leite e misture bem. Coloque o leite aos poucos até obter uma consistência macia, típica de purês. Polvilhe a noz moscada e reserve.


Montagem
Cubra a massa que está no refratário com o purê, espalhando bem com uma colher. Coloque uma camada de pescada, uma camada de legumes salteados e regue com um fio de azeite e acrescente uma pitadinha de sal. Finalize com a batata palha. Leve ao forno até que a massa esteja dourada. Sirva com uma bela salada de folhas verdes. Bom apetite!!!

27/09/2011

Pão Doce Caseiro: uma paixão!


Tem coisa mais gostosa do que aquele cheirinho de pão caseiro invadindo todos os cômodos da casa?
Eu amo pão, especialmente os caseiros. E tenho uma predileção pelos doces. Sou formiguinha assumida mesmo!...rsrs

E já estava mais do que na hora de postar uma receitinha de pão a última foi esta daqui.

A receita de hoje, traz para você um pão que fica bem macio e levemente adocicado. A receita rende que é uma beleza, pois vai quase 1 kilo de farinha de trigo. Quer ter pãozinho caseiro durante toda a semana? Achou a receitinha...


Pão Doce Caseiro

03 tabletes de fermento biológico
01 e 1/2 copo de leite morno (use aqueles copos de vidro de requeijão)
01 xíc. (chá) de açúcar
150g de margarina
01 colh (sopa) de óleo
01 colh (café) de sal
03 ovos inteiros
+/- 01 kg de farinha de trigo
01 gema para pincelar sobre os pães

Preparo

Bata no liquidificador o fermento com o leite morno e o açúcar. Coloque a mistura em um recipiente e deixe descansar/crescer por 05 minutos.
Use também o liquidificador para bater a margarina, os ovos e o óleo. Reserve.
Em uma outra vasilha grande, coloque +/- 500g da farinha peneirada juntamente com os outros ingredientes secos, também peneirados e misture-os com o auxílio de um garfo. Acrescente a mistura da manteiga e com um garfo vá mexendo para agregar os ingredientes. Coloque a mistura do leite aos poucos intercalando com o restante da farinha, amassando bem até que a massa se desprenda das mãos.
Modele os pães e coloque-os sobre uma assadeira untada e polvilhada com farinha, deixando-os descansarem e dobrarem de tamanho.



Pré-aqueça o forno (180°C).
Passe a gema sobre os pães modelados e leve para assar até ficarem com a superfície dourada.
Deixe os pães esfriarem sobre uma grade e sirva a seguir. (para acompanhar, eu fiz um chá de flores e frutas...hummm!)





23/09/2011

Strogonoff Temperado com Amor



E hoje inicia a Primavera!!!

Adoro essa estação que é tão cheia de cores, aromas e sabores...!

Tudo desabrocha e encanta; alimenta a alma! É nítida a presença de Deus na natureza... e é uma alegria poder desfrutar de suas belezas, não é mesmo?

E foi nesse clima de inspiração que eu preparei o meu almocinho de hoje e, o temperei com Amor!
A receita saiu do meu caderninho, mas veio de uma tia queridíssima que já partiu há alguns anos, mas habita o meu coração, pois o amor quando é verdadeiro e sincero, nunca morre!!! Ela era uma cozinheira de mão cheia e adorava preparar suas delícias. Algumas delas eu consigo lembrar o gosto acreditam???
Garanto que se ela estivesse aqui, teria um blog de culinária...rsrs...
Por isso é que essa receita é temperada com amor... não há como não fazer e não lembrar dela: a minha Tia Inês!!! Saudades imensas...



Strogonoff do Amor (para 02 pessoas)
Receita da minha saudosa Tia Inês

350g de Filé Mignon ou Coxão Mole em tirinhas
02 fatias finas de bacon
02 colh (sopa) de manteiga
01 cebola grande picadinha
Sal e pimenta-do reino a gosto
01 colh (chá) de molho inglês
1/2 xíc (chá) de champignon
02 colh (sopa) de uísque (ou conhaque)
01 caixinha de creme de leite
03 colh (sopa) de catchup
02 colh (chá) mostarda



Preparo

Em uma panela coloque as fatias de bacon para fritar. Doure bem, retire o bacon e em seguida acrescente a manteiga e a cebola. Assim que a cebola estiver dourada, coloque a carne, deixando-a fritar bem. Tampe a panela para apurar bem a carne até ficar moreninha.



Adicione o sal e a pimenta e deixe cozinhar mais um pouco com a tampa fechada. Junte o champignon e o molho inglês. Coloque o uísque e tampe novamente deixando cozinhar por mais alguns minutinhos. Por último, quando a carne estiver bem macia, apague o fogo e coloque o creme de leite, o catchup e a mostarda. Misture bem e volte ao fogo baixo  para aquecer, tomando cuidado para não ferver!
Sirva com arroz branco e batata palha.

Bom apetite!!!
Beijocas,
Cintya Maria

PS: aqui vai uma fotinho pra vocês: minha tia Inês e eu... direto do "Túnel do Tempo"... rsrs ...



22/09/2011

Torta Maravilhosa de Atum de um blog querido



Nessa semana, a talentosa quituteira Andréa postou uma receita de torta que eu fiquei babando! (ando tão "lumbriguenta" ultimamente...hahaha)
Não pensei duas vezes! Verifiquei se eu tinha os ingredientes e percebi que eu só não tinha o principal: o atum.
Decidi começar pela massa, uma vez que precisamos deixá-la descansar por 15 minutos. Enquanto a massa descansava, corri até o mercado e comprei o atum.
Voltei e comecei a preparar o recheio.
Gente, a massa é muito fácil e rápida de se fazer. Se levei 10 minutos foi muito. O recheio, não tem segredo, pois é só misturar os ingredientes.
Para mim, o mais trabalhoso foi forrar a forma, aliás, alguém tem alguma dica ou segredinho? Mesmo assim, mais uma vez consegui!!! Tô me superando a cada dia...vamos lá recém-casadas! A gente consegue sim!!!

Vamos anotar os ingredientes?

Torta Cremosa de Atum

Massa
150 g de margarina
01 ovo inteiro
01 colher (sopa) de leite (eu usei o desnatado)
02 xícaras (chá) de farinha de trigo
01 colher (chá) de sal

Preparo


Misture todos os ingredientes até soltar das mãos. A sua massa deve ficar assim, ó:


Depois disso, leve à geladeira para descansar por 15 minutos. 

Dica: enquanto a massa descansa, prepare o recheio.

Recheio
1/2 lata de milho verde
1/2 lata de ervilha
10 azeitonas verdes picadas
01 tomate picado
1/2 cebola picada
02 latas de atum light
1/2 copo de requeijão cremoso

Azeite e orégano a gosto

Preparo

Misture todos os ingredientes menos o requeijão.



Montagem da Torta

Massa descansada, recheio pronto, agora é hora de abrir a massa.
Divida a massa em duas partes. Uma das metades, abra com o auxílio de um rolo. Como eu usei uma forma de 23 cm de fundo removível, eu usei o fundo da forma para medir o tamanho de massa que eu ia precisar para cobrir. Cortei o excesso com uma faca e forrei o fundo da minha forma. Ainda usando só a primeira metade da massa, abri com o rolo tiras que coloquei nas laterais. Atenção: aperte bem com os dedos para que as laterais se unam à massa do fundo. Se não fizer isso, o recheio pode vazar!
Olha só o resultado:



Feito isso, agora vem a parte mais deliciosa!!!
Coloque o recheio espalhe bem sobre a massa. Com o auxílio de uma colher, cubra o recheio com o requeijão cremoso, espalhando bem.



Por último feche a massa com a segunda metade da massa (repita o mesmo processo: abra a massa com um rolo e feche bem as laterais.)




Pincele a gema sobre a torta e leve para assar em forno médio, até dourar.

E sua torta vai ficar assim...



Espero que tenham gostado, porque meu marido e eu aprovamos com louvor!!!

Beijocas à todos!
Cintya Maria

PS: Andréa querida, muito obrigada por compartilhar o seu dom "mineiro" conosco!



21/09/2011

E tem sorteio rolando! Corre lá para participar!



Olá meninas! Tudo bem por aí?

Hoje eu gostaria de convidá-las a conhecer o blog da Andrea Guim. Ela é uma pessoa super talentosa e em seu blog você encontra de tudo um pouco: artigos sobre artesanato, decoração, artes plásticas, cerâmicas etc etc etc... É uma fofura! Além disso, você pode visitar a lojinha dela e conhecer as telas que ela pinta. As de cupcake são muito fofas! (eu queroooo!).
E aí, já acessou? Então corre lá porque tem promoção!!! Você pode ganhar uma almofada personalizada, um charme só! Corre que ainda dá tempo! O link está logo abaixo:


Eu já estou concorrendo! E você???


20/09/2011

Cake Balls de Amora e Chocolate Branco



Na casa dos meus pais  tem um pequeno pomar e as amoreiras estão carregadíssimas.
E eu, que amo amoras desde pequena, quando subia no pé com meus irmãos e primos para nos deliciarmos, resolvi colher algumas para transformá-las em uma deliciosa receitinha.
Pensei em geleia, cheesecake, mas resolvi fazer cupcakes de amora. Só que eu não consegui fazer a cobertura dos bolinhos durante a semana toda. Conclusão: eles ressecaram um pouquinho e eu, por conta disso, não quis fazer a cobertura neles já "velhinhos"...
É, vida de blogueira tem dessas coisas, pelo menos pra mim. Às vezes começo uma receita e tenho que interromper para dar aulas e só depois dou o acabamento final...rs. Tudo isso porque trabalho em casa e o meu horário é bastante irregular, mas isso não é uma coisa que me incomoda, muito pelo contrário, é uma delícia, pois se um aluno falta, eu só fecho a minha sala de aula e volto para casa fazer alguma coisinha. Não tem trânsito, stress... é uma maravilha!

Bom, voltando ao assunto, eis que tive a ideia de reaproveitar os meus cupcakes, transformando-os em cake balls. Você já ouviu falar nisso?
Então dá uma espiadinha no site da Bakerella... Lindos e fofos, não?
E não é difícil de fazer, não! Só precisa um pouquinho de paciência para banhar as bolinhas. E o resultado compensa! ;o)

Cake Balls de Amora
Receita de bolo tirada DAQUI)

Coulis de Amora125g de amoras
25g açúcar
100 ml de água
½ colher (chá) de essência de baunilha

Preparo
Coloque as amoras, a água e o açúcar em uma panela pequena. Quando levantar fervura, cozinhe por 5 minutos, até que a fruta esteja macia.



Em seguida, adicione a baunilha e retire do fogo, deixando esfriar um pouco. Coloque tudo no liquidificador e bata até virar um purê. Passe o coulis numa peneira, pressionando  um pouco com a ajuda das costas de uma colher. Caso sobre muito coulis, você pode guardá-lo na geladeira por até 3 dias ou congelar por até 3 meses.



Cupcake
01 xíc. (chá) de farinha de trigo
02 colh. (chá) de fermento em pó
01 colher (chá) de sal
06 colheres (sopa) de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
01 xíc. (chá) de açúcar
02 ovos
01 colh. (chá) de essência de baunilha
1/2 xíc. (chá) de leite
1/2 xíc. (chá) de coulis de amora

PreparoPré- aqueça o forno a 180°C.
Numa tigela peneire a farinha, o fermento e o sal e reserve.
Faça uma mistura com o leite e o coulis de amora separadamente e reserve. (olha que cor mais linda!)



Em outra tigela, bata a manteiga e o açúcar em velocidade alta até ficar uma mistura clara e cremosa. Adicione os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Adicione metade da mistura dos ingredientes secos e misture em velocidade baixa até incorporar. Acrescente a misture de leite e amora. Termine de colocar a outra metade dos ingredientes secos e bata levemente até incorporar. Não bata demais.

Preencha as forminhas de cupcake com a massa, deixando +/- um dedo até a borda.
Asse por 12 à 15 minutos ou até fazer o teste do palito e este sair limpo. Deixe os cupcakes esfriarem por 05 minutos e depois transfira-os para uma grade para terminarem de esfriar completamente.





Montagem - Cake Balls

01 Bolo de sua preferência (ou como no meu caso, os cupcakes)
Leite Condensado
Creme de Leite
Chocolate Branco para banhar
Confeitos

Preparo
Depois de assados os cupcakes, em uma tigela, esfarele-os com as pontas dos dedos até obter uma farofinha. Coloque o creme de leite e o leite condensado usando a seguinte proporção: para cada 02 colheres de creme de leite adicionada, acrescente 01 de leite condensado. Vá colocando aos poucos, até perceber que a massa está úmida. (ela não pode ficar nem muito seca, nem muito molhada).
Olha a consistência:


Faça bolinhas do tamanho de trufas e leve ao congelador por 50 minutos.



Enquanto isso, derreta e tempere o chocolate branco.
Por último, forre uma assadeira com papel manteiga. Banhe as bolinhas no chocolate branco, decore com confeitos e deixe secar na assadeira. Leve à geladeira por 02 horas.
Estão prontas as suas Cake Balls!!!

Quer um pedaço???







16/09/2011

Indicação de irmão!

Esse último feriado da Independência rendeu... (olha eu aqui ainda falando do feriado da semana passada...rsrs)
Não fiz nada do que devia! As roupas para passar estão mega atrasadas, as minhas caixinhas de madeira inacabadas e empoeiradas, oh dear... Mas, "gastei" meu tempo com o que realmente tem valor: a minha família e os amigos.

Aqui em Salto temos uma "dobradinha", pois é feriado no dia 08/09 também, o dia de nossa padroeira (Nossa Senhora do Monte Serrat). Então, já viu o que aconteceu, né? Trabalhamos só até terça... que chato!.. hahaha... Tive uma -mini-férias... e a gente ama muito tudo isso, né não?

Então, no dia 07, foi a vez do encontro com os amigos-padrinhos de casamento. Encontrinho regado à costela, desfiada, saladinhas verdes, choppinho gelado e outras coisitas. Delícia!
Depois foi a vez da família: conversar e conversar e conversar! E claro, comer, comer e comer...rs
Ah! Mas preciso explicar o título do post! Então, o meu irmão Fábio é fissurado por cinema e no final da tarde do dia 08 ele apareceu na casa de meus pais com um filme que ele e minha cunhada Elke queriam muito que eu assistisse, pois disseram que lembraram de mim.
Conclusão: acabou todo mundo na sala: pai, mãe, irmão mais velho e esposa, eu e marido. Assistimos ao filme e depois fomos comer novamente...rs
Tem coisa mais gostosa que isso? Feriado prolongado + família reunida + filminho fofo + comidinhas + amor & carinho = felicidade plena!!!

Eu super recomendo o filme, adorei viu Fábio? Mas, não vou contar sobre o que é para não estragar a surpresa...rs. Talvez vocês até já tenham visto, né? Se sim, me desculpem por estar "desatualizada" no quesito filmes, ok?

Aqui vai o trailer para vocês ficarem instigados à assistí-lo... Have fun!!! ;o)



E para quem se inspirar e quiser comprar o livro, você o encontra aqui.

Por hoje é só. Espero que tenham gostado. Beijocas...

Cintya Maria

PS: Por que será que me identifiquei com esse filme, hein??? rsrsrs...



15/09/2011

Quiche de Palmito



E eis que finalmente achei um tempinho para fazer a minha primeira quiche. =DD
A inspiração veio de um outro blog, o Receitas do Caldeirão da Bruxa Solar, da querida Sandra. Eu havia escolhido uma receita que ela havia postado há alguns dias atrás, mas ela acabou me sugerindo uma outra receitinha, que eu achei ainda melhor. =D
E lá fui eu pra cozinha, toda tensa. Será que eu iria conseguir? Bom, por ser a primeira, acho que me dei bem,  pois ficou uma delícia, agora só preciso praticar mais e ir me aperfeiçoando. Mais uma vez provei que as recém-casadas podem se dar muito bem na cozinha...hahaha.. Não tem segredo, meninas! Vamos tentar?

Confira mais uma das minhas aventuras:

Quiche de Palmito
Receita do Caldeirão da Sandrinha

Massa

3/4 xíc (chá) de farinha de trigo
3/4 xíc (chá) de amido de milho
100g de manteiga ou margarina
2 gemas
1 pitada de sal

Preparo (vou descrever como fiz)

Em uma tigela, misture os ingredientes secos com um garfo, em seguida adicione a manteiga e as gemas. Coloque a mão na massa e amasse bem todos os ingredientes até formar uma massa homogênea. Deixe descansar por 30 minutos. Forre uma forma (eu usei uma de 23 cm)de fundo removível e reserve.

Enquanto a massa descansa, prepare o recheio e  cobertura


Recheio





01 colh (sopa) de azeite
01 colh (chá) de tempero caseiro (ou outro de sua preferência, como alho, cebola etc.)
01 tomate picado em cubinhos
01 vidro de palmito picado
Salsinha e sal a gosto
Água (se necessário)

Preparo

Em uma panela aqueça o azeite e adicione o tempero e deixe refogar até começar a ficar douradinho. Acrescente o tomate e o palmito e refogue até perceber que o palmito está bem macio. Depois disso, coloque o sal e a salsinha e deixe refogar for mais alguns minutinhos. Desligue o fogo e reserve.

Cobertura

02 ovos inteiros
01 colh (chá) de amido de milho
01 caixinha de creme de leite
03 colh (sopa) de queijo parmesão ralado
01 pitada de sal

Preparo

Bata os ovos e dissolva o amido de milho neles. Cuidado para não deixar pelotas, portanto bata bem mesmo! Depois disso acrescente o restante dos ingredientes: o creme de leite, o queijo parmesão e o sal. Reserve.

Montagem

Espalhe o recheio de palmito uniformemente sobre a massa crua e cubra-o com a cobertura. Leve ao forno pré-aquecido (180°) por +/- 30 minutos ou até perceber que a torta está dourada e com o recheio firme.
Agora é só esperar esfriar e devorar... Hummm!

PS1: Sandrinha, muito obrigada pela ajuda! Adorei!
PS2: Me desculpem pela forma, ainda não tenho a forma de quiches... =S




14/09/2011

O meu viradinho de feijão



Aqui em casa, sempre que chega o final-de-semana, tentamos deixar de lado a alimentação balanceada e aproveitamos para comer coisas gostosas, sem pensar muito nas consequências futuras, afinal, precisamos relaxar (nos dois sentidos da palavra...rs).

E nesse último domingo não foi diferente. Preparei uma comidinha mineira: couve, arroz branco, costelinha de porco frita e um viradinho de feijão... Hummm! Amo muito tudo isso!!!

Na verdade, o cardápio foi montado em função do viradinho, pois eu precisava reformar o meu feijão... Peço desculpas à vocês, antecipadamente porque eu não usei receita nenhuma, foi um improviso só, tudo no "olhometro". Portanto, vou simplesmente descrever como fiz, ok? 



O meu Viradinho de Feijão

02 colh (sopa) de azeite
Linguiça calabresa (eu não coloquei muito, coloquei alguns pedacinhos só para dar sabor)
1/2 cebola grande picadinha
01 tomate bem vermelhinho picado em cubinhos
Feijão (pode ser aquele que sobrou do almoço, da janta...rs)
Farinha de milho amarela
02 ovos cozidos e picados
Salsinha e sal a gosto

Preparo

Doure a cebola no azeite e acrescente a linguiça. Frite bem. Adicione o tomate e quando começar amolecer, coloque o feijão (grãos + caldo). Deixe ferver por alguns minutinhos para "pegar o gosto". Adicione a farinha de milho aos poucos e vá mexendo. A consistência vai depender da sua preferência, se você preferir mais sequinho, coloque mais farinha, se gostar mais molhadinho, coloque menos farinha.
Por último agregue os ovos picados e a salsinha. Acerte o sal e está pronto o seu viradinho! Bom apetite!!!

Essa receitinha é simples, mas acompanhada de carne de porco, será um sucesso!




06/09/2011

Torta de Palha Italiana

Sabe quando bate aquela vontade de comer chocolate? (em mim isso é constante, para não dizer diário...rsrs) Foi aí que pensei nessa torta! Eu tinha comprado a bolacha para uma outra receita, mas acabei usando nessa e não me arrependi.
A primeira vez que comi Palha Italiana, foi quando eu morava em Santos. Uma amiga minha, a Evelaine preparou uma receita para a gente em uma das nossas reuniões de trabalhos escolares, só que ela chamava de "bis". Isso foi nos anos 90 e alguma coisa... que saudades!
Bom, continuando, toda vez que faço essa receita eu me lembro dela, não tem como! Agora que faço parte da blogsfera, percebi que as pessoas chamam esse doce de palha italiana. Palha Italiana, Bis, Brigadeiro com Biscoito, não importa. O que importa é que fica bom e é super fácil de preparar. Essa receita é ótima para dias chuvosos, dias de solidão, ajuda a combater a TPM...rsrs... Ah! E para as recém-casadas serve como sobremesa-carta-na-manga, pois ela fica super bonita, é fácil e rápida de preparar...
Então, já lhe dei algumas desculpas para prepará-la, ok? Vamos lá então...

Torta de Palha Italiana

02 latas de leite condensado
08 colh (sopa) de chocolate em pó
02 colh (sopa) de manteiga em temperatura ambiente
01 pacote de bolacha maisena picado em pedaços não muito pequenos (o ideal é que os pedaços fiquem bem aparentes, assim a torta ficará bem irregular)

Preparo
Em uma panela média, coloque o leite condensado e o chocolate em pó e misture bem. Adicione a manteiga e leve ao fogo baixo, mexendo sempre. Quando começar a desgrudar da panela, é o momento de desligar o fogo. Despeje as bolachas picadas nessa mistura e faça com que o chocolate envolva bem as bolachas, misturando-os bem. Coloque todo o conteúdo da panela em uma forma de fundo removível (a que usei era tamanho 22 e a torta ficou baixa), untada com manteiga e espere esfriar. Leve à geladeira por algumas horas e desenforme. Sirva a torta gelada, que é muito mais gostoso!

Um ótimo começo de feriado à todos!!!

(Aqui será feriado duplo: hoje e amanhã (padroeira)...que chato..rsrsrs)

Beijocas,
Cintya Maria

05/09/2011

Plágio não!




Olá pessoal!

Hoje vamos tratar de um assunto sério: o plágio, um grande problema na blogsfera.
Essa é uma "receita" que as pessoas não deveriam fazer, devido aos seus "ingredientes" não serem apropriados, pois eles são pegos, ou melhor, roubados, de outras "cozinhas"...

Mas, infelizmente isso tem acontecido, e muito!
Como está escrito na própria imagem acima, nós nos dedicamos ao nosso espaço virtual, pensamos em que escrever, como escrever, tiramos as fotos, escolhemos o melhor ângulo, enfim, são tantas coisas que as pessoas não fazem a menor ideia de como seja, do trabalho que dá, da dedicação que é necessária e que o fazemos por puro prazer!
Aí, de repente, vem uma pessoa sem escrúpulo algum e rouba o seu conteúdo em questão de segundos, e eu me pergunto: isso é justo? honesto? legal? E a resposta é; NÃO!!!

 Por isso é que no dia de hoje, não somente eu (que sou novata na blogsfera), mas muitos outros blogueiros estão falando sobre o mesmo assunto, para ver se de alguma maneira conseguimos explicar para as pessoas, as quais costumam se apropriar do que não lhes pertence, ou seja, as que usam o famoso CTRL C e CTRL V para copiar o conteúdo de blogs alheios, que isso é apropriação indébita, C-R-I-M-E !!!

Portanto, fique atento, pois estamos de olho em você! Não desperdice o seu tempo copiando algo que não é seu, ok? Acho que você não vai querer que tomemos atitudes mais drásticas, não é mesmo?

Então, seja inteligente e use a sua imaginação, crie o seu estilo, você não precisa copiar dos outros, aliás copiar é muito diferente de inspirar-se...

Contamos com a sua compreensão!!!


03/09/2011

Muitos beijinhos pra vocês...


Alguns dias atrás, falei aqui que colocaria no blog a receitinha dos docinhos que servi no meu niver (pra quem perdeu esse post, clique aqui e aqui veja como foi).
Pela foto (aliás a única que consegui fazer, pois não sobrou mais nada) vocês podem perceber que servi brigadeiro e beijinho no copinho. Fiz no copinho por ser muito mais prático (eu não ia ter tempo de enrolar) e porque acho que fica tão fofinho ^. ^
A receita é a mesma que fiz aqui, com as devidas substituições, olha só:

Beijinho de copinho

01 lata de leite condensado
1/2 tablete de chocolate branco picado ( = 85g)
01 caixa de creme de leite
100g de coco ralado (reserve um pouco para a decoração)

Para a montagem

Um saco plástico de confeitar descartável (para quem não sabe o que é, clique aqui)
Cravos-da-índia e coco ralado para decorar
Copinhos plásticos descartáveis de 40ml
Mini colheres de plástico


Preparo

Em uma panela, leve ao fogo baixo o leite condensado com os pedacinhos de chocolate branco. Mexa sem parar para que não fique com pelotas até atingir a consistência de brigadeiro. Retire do fogo e acrescente o creme de leite e misture bem. Você vai perceber que a mistura ficará bem mole, não se desespere. Adicione o coco ralado e misture novamente até que todos os ingredientes estejam bem incorporados.
Espere esfriar para distribuir nos copinhos.

Montagem

Dobre para fora mais ou menos 4 dedos do seu saco de confeitar e preencha-o com o beijinho. Em seguida, desdobre e junte as pontas, fechando a manga de confeitar. Só depois disso corte a pontinha do saco e comece a despejar o conteúdo nos copinhos. Preencha somente metade dos copinhos, polvilhe o coco ralado e finalize a decoração com o cravo-da-índia.
Está pronto o seu docinho de copinho! Agora é só servir e arrasar!

Beijos...



02/09/2011

Escondidinho de Abobrinha com inspiração






Depois de toda comilança desse último final-de-semana de Agosto, precisávamos urgente de algo bem leve e saudável.
Olhei o que eu tinha na geladeira e, sem hesitar fui direto ao blog da Fabi, o local certo para encontrar uma receitinha boa com esse legume, pois ela é fã incondicional e coleciona deliciosas receitas de abobrinha. Fuçando no blog dela, encontrei uma receita que se adequava às minhas necessidades, possibilitando adaptações e substituições de ingredientes. E o resultado foi muito apetitoso!
Olha só como eu fiz:

Escondidinho de Abobrinha com inspiração
(Receita levemente adaptada daqui para 04 porções)

01 abobrinha pequena cortada em fatias finas (usei a italiana)
01 tomate picado
1/2 cebola grande fatiada
1/2 pacote de ricota
02 colheres de requeijão light
01 dente de alho bem picadinho/amassadinho
Salsinha, orégano, azeite e sal a gosto
04 potinhos refratários (ramequins)

Preparo

Em uma vasilha, coloque a ricota e o requeijão e misture-os com o auxílio de um garfo. Acrescente a  salsinha, o alho e uma pitadinha de sal e misture novamente. Reserve.

Regue o fundo dos potinhos com azeite e polvilhe orégano



Coloque uma camada de cebola



Depois uma camada de abobrinha e salpique um pouco de sal



Adicione os tomates picados



E cubra os tomates com a ricota temperada. Polvilhe parmesão. 


Cubra os potinhos com papel alumínio e leve ao forno para assar por +/- 20 minutos. Depois, retire o papel e deixe gratinar. Retire do forno quando perceber que está dourado. No meu caso eu deixei alguns levemente dourados (como o da primeira foto desse post) e fiz um mais queimadinho para o marido...rsrs...olha só:


E esse mais branquinho, fiz pra mim!...rsrs...