21/03/2013

Sonhos de Páscoa



E tudo começou com uma frase... "sonho que se sonha só..."
E dela, veio a inspiração para uma receita que eu havia assistido e anotado há alguns dias, mas que ainda não tinha testado. Olhei para o relógio, vi quando tempo eu tinha antes das minhas aulas começarem e coloquei literalmente a mão na massa. Nada de MFP desta vez! Ao separar os ingredientes, percebi que não teria leite suficiente e então, corri pro mercadinho que fica aqui do lado de casa. Ufa! Que alívio! Entre ir à pé, comprar o leite e voltar, gastei 8 minutos. Sim, eu cronometrei, porque um atraso e eu teria que largar a receita no meio e ir dar aulas. Tudo deu certo! Fiz a massa (e a deixei descansando) e o recheio. E faltando 20 minutos pra minha aula, bem rapidinho, abri com o rolo um pedacinho da massa, fritei, coloquei o recheio e... provei! Hummm...! Perfeito! Nunca comi um sonho igual à esse! Sério, gente! Eu adoro sonho e me julgo "especialista"...rs. Mas, esse é diferente, pois a receita é de mãos muito experientes, da vózinha mais querida do Brasil, da Palmirinha! E de quem mais poderia ser, para levar esse "selo de garantia"? Só podia ser dela! De fato, é di-vi-no!!! E eu, fui para a minha aula feliz e com a barriga cheia de sonho. Eu não ia aguentar ter que esperar 3 horas para comer uma coisa dessas, né?
E, para minha grata surpresa, quando as aulas acabaram (lembram que dou aulas em casa?), voltei para a cozinha e a massa estava enorme! Cresceu muuuuito...rs
E lá fui eu fritar todo o resto... até à meia-noite, pois era uma fritada aqui, uma olhada no Facebook, e assim foi. Até que lá pela 1h da manhã eu estava tomando banho. Claro, né, dormir cheirando fritura nem pensar. O marido não merece!...rsrs

Ah! E para fazer uma graça, usei um cortador de coelho, afinal a Páscoa está chegando. Então, se você não tem habilidade para trabalhar com chocolate ou simplesmente não gosta, é só escolher o seu quitute preferido e deixá-lo com cara de Páscoa! Já pensou ganhar um coelho fofinho e ainda recheado com um creminho super suave e aveludado? Eu iria amar!


Sonhos
Receita DAQUI

Para a massa
01 sachê de fermento biológico seco (ou 3 tabletes de fermento biológico fresco)
01 colh. (café) de sal
250 ml de leite morno
03 colh. (sopa) de açúcar
02 colh. (sopa) de mateiga em temperatura ambiente
03 ovos em temperatura ambiente
750g de farinha de trigo

Para o recheio
01 lata de leite condensado
01 lata (a mesma medida do leite condensado) de leite
03 gemas
02 colh. (sopa) de amido de milho
01 colh. (sopa) de essência de baunilha (ou se preferir substitua por raspas de limão)
Açúcar para polvilhar


Massa

1. Atenção: preparação do Fermento
Se você usar o fermento biológico fresco, dissolva-o com o sal, até derreter bem. Caso prefira usar o fermento biológico seco (o de sachê) não precisar fazer esse passo. Inicie sua receita do passo número 2, ok?

2. Em uma tigela grande, coloque o fermento biológico seco (dúvidas? leia o tópico anterior!), o sal, o leite morno, o açúcar e os ovos.

3. Em seguida, mexa bem para que os ingredientes se misturem. 

4. Adicione a manteiga em temperatura ambiente e vá acrescentando a farinha, aos poucos.

5. Depois, mexa até dar o ponto na massa, que é quando ela começa a desgrudar das mãos. (No meu caso, a massa atingiu o ponto certo com apenas 650g de farinha).

6. Sove a massa e, sobre uma superfície enfarinhada, deixe-a descansar por cerca de 10 a 15 minutos. 

7. Depois dessa pausa, abra a massa com o auxílio de um rolo, numa espessura de +/- 0,5 cm. Se você deixar a massa muito grossa ela pode ficar crua por dentro depois de frita.

8. Modele os sonhos com cortador redondo (ou no formato que você preferir e tiver) e acomode cada um deles em uma assadeira retangular, polvilhada apenas com farinha. Deixe descansar por cerca de 20 minutos, para que dobrem de volume.

9. Frite os sonhos em óleo quente e deixe-os escorrer sobre um papel-toalha, assim eles ficarão bem sequinhos e sem excesso de óleo. Reserve.

Recheio 

1. Em uma panela média, coloque o leite condensado, metade do leite integral e as gemas. reserve.
2. Em uma tigela pequena, dissolva o amido de milho na outra metade do leite. 
3. Coloque na panela, junto com os outros ingredientes a mistura de leite e amido dissolvido.
4. Cozinhe tudo em fogo baixo, até engrossar (cerca de 6 minutos).
5. Desligue o fogo e adicione as raspas de limão ou a essência de baunilha. 

Montagem

1. Corte os sonhos ao meio e recheie-os.
2. Polvilhe açúcar

Prontinho! Parece trabalhoso, mas não é. Tanto a massa quanto o recheio ficam prontos rapidinho e o resultado compensa!

Beijos,
Cintya Maria

18/03/2013

Pizza Enrolada na MFP



Encontro com amigos é sempre uma bela desculpa oportunidade para nos reunirmos à mesa, não é mesmo?
Principalmente quando somos descendentes de Italianos, onde o sentar à mesa é quase que um ritual. As mesas são fartas, as refeições são longas e acabam, às vezes, emendando umas nas outras.
Na casa, de meus pais e avós, sempre foi assim! Começávamos o almoço, que terminava com o café e as sobremesas e num piscar de olhos já vinha a canja. E quando isso acontecia (que era sempre!), todos sempre falavam para minha vó, "Nossa! Ninguém vai aguentar comer! É muita coisa, já comemos muito e, minha avó Louders, mesmo assim, fazia a sopa e quando servia, t-o-d-o-s comiam! E repetiam...rsrs
Que saudades... Esse rito acabou passando para a minha família e, espero eu, também poder manter a tradição dos encontros familiares.
Hoje, descobri um outro tipo de encontro, o virtual, onde visitamos  as "cozinhas dazamigas" (leia-se blog de receitas) e sempre somos recebidos com delícias.
Em uma dessas "andanças" pelas cozinhas virtuais, acabei parando no blog Na Biroskinha, a cozinha da querida Rachel Azevedo,  uma pessoa adorável, a qual tive o prazer de conhecer pessoalmente no Encontro Gourmet 2012, e pude passar algumas horas em sua agradável companhia.
A receita que me atraiu foi a da pizza enrolada. Achei o nome curioso e fui conferir essa delícia. Para minha surpresa, a massa era preparada na MFP e isso foi fator decisivo para que eu levasse a receita comigo, afinal, desde que ganhei a minha panificadora, já fiz diversos pães, porém nenhum deles salgado.
E lá fui eu colocar a minha "ajudante" para trabalhar.
Depois de pronta a massa, esperei ansiosamente o resultado, pois enquanto modelava as pizzas, percebi que a textura é muito leve, o que fez brotar em mim uma enorme vontade de testar a massa em uma pizza tradicional. Vamos ver se isso se concretizará mais pra frente.
Minutos depois, ao saborear a pizza enrolada comprovei o que suspeitava: uma pizza extremamente macia e leve, a qual recomendo à todos. Simplesmente espetacular!
Vamos à receita?


Pizza Enrolada

Para a massa
Receita DAQUI

1 e 1/2 xícara (chá) de leite morno
1/2 xícara (chá) de óleo
500g de farinha de trigo
1 envelope de fermento seco
1 pitada de sal
1 gema para pincelar a massa (diluída com um pouquinho de azeite)

Recheio

Fatias de frios a gosto (usei a tradicional combinação: muçarela + presunto, a queridinha aqui em casa)
Requeijão
Fatias finas de tomate
Orégano a gosto
01 fio de azeite para regar o recheio

Preparo

1. Na cuba da máquina de fazer pão (MFP) coloque o leite, o óleo, o trigo, o fermento e o sal, nessa ordem.
2. Ligue a panificadora na opção "massas" e deixe bater até o final do programa. (na minha leva 1h30)
3. Transfira a massa para uma mesa enfarinhada, divida-a em 3 partes e abra cada uma com a ajuda de um rolo, no formato de um retângulo comprido.
4. Pré-aqueça o forno (180°C) e unte e enfarinhe uma ou mais formas retangulares ou aquelas para bolo inglês.
5. Espalhe o requeijão sobre a massa e distribua as fatias de frios, o tomate, o orégano e o fio de azeite.
6. Enrole a massa cuidadosamente para que não rasgue e feche dobrando as sobras de massa para o centro e pontas.
7. Coloque-a na assadeira untada com a dobra para baixo.
8. Pincele com a gema e leve ao forno pré aquecido até dourar.

Sirva imediatamente e comprove a delícia dessa massa!

Beijocas e ótima semana à todos!
Cintya Maria
Para recordar: Rachel e eu no Encontro Gourmet 2012

14/03/2013

Volto logo! (coelhinho fazendo hora-extra)


Olá pessoal!
É com muita alegria que venho até aqui dizer que vou precisar fazer uma pausa no blog! E o motivo, acho que vocês já devem imaginar, afinal a foto diz tudo.
Sim, recebi várias Encomendas para Páscoa, e para entregá-las da melhor forma possível, como meus clientes e amigos merecem, vou precisar trabalhar muito durante esses dias, com muita dedicação e afinco.
Espero que entendam!
Não quero prometer que vou deixar uma receitinha para a Páscoa e depois não cumprir. Prefiro informá-los da minha ausência durante esses dias e, de repente, surpreendê-los com algum quitute. É melhor assim, não?

Quero agradecer de coração todas as pessoas que me ajudaram a dar início à minha lojinha virtual, compartilhando via Facebook, divulgando para amigos etc.
O esforço e a ajuda valeram a pena!

Até breve! Aguardem as próximas novidades! (não falei que 2013 ia prometer? rsrs)

Mil beijos...
Cintya Maria "Bunny" ... hihihi ...


12/03/2013

Caracóis de Coco


Esse é mais um pãozinho que saiu da cozinha da Dulce e veio parar aqui. Preciso dizer que o resultado é perfeito? Acho que é desnecessário, não?
Bem, conforme eu tinha comentado com vocês aqui, desde esse dia tenho feito o meu próprio pão para o café-da-manhã.
Porém, desta vez, eu queria um que fosse doce e com recheio de coco. É o meu favorito!
Aconselho vocês a testarem essa receita, pois a massa fica muito leve e suavemente adocicada, o que me fez imaginar outras combinações de recheio. Adoro quando a receita é versátil! E falando em recheio, essa foi a única alteração que fiz na receita original. Ao invés de usar compota como sugerido pela Dulce, resolvi colocar um recheio de coco, o qual casou muito bem com a massa.
E se vocês se perguntarem: "mas qual recheio utilizar então?" Sugiro que você utilize o recheio que preferir! Solte a sua imaginação! =)

Caracóis de Coco
Receita DAQUI

300 ml de leite 
70 g de margarina amolecida
2 colheres de café de sal
4 colheres de sopa de açucar
550 g de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento seco biologico (ou 12 g de fresco préviamente diluido no leite)
1 gema de ovo diluída num pouco de leite para pincelar

Recheio

1 xíc. (chá) de leite de coco
1 e 1/2 xíc. (chá) de coco ralado
1/2 xíc. (chá) de leite condensado

Preparo do Recheio

1. Hidrate o coco com o leite de coco.
2. Adicione o leite condensado, misturando bem até ficar homogêneo
3. Feito isso, reserve o recheio.

Preparo e Montagem do Pão

1. Colocar todos os ingredientes na ordem acima na cuba da máquina de fazer pão e selecionar o programa Massas.
2. Quando terminar o programa, retire a massa da cuba e leve-a para uma bancada polvilhada de farinha.
3. Divida a massa em 2 partes iguais e com a ajuda de um rolo, abra uma delas formando um retângulo.
4. Espalhe o recheio sobre o retângulo, deixando uma borda de +/- 2cm sem recheio.
5. Enrole cuidadosamente como se fosse um rocambole e corte-o em fatias.
6. Em uma forma redonda, devidamente untada e enfarinha, distribua as fatias do rocambole, agrupando-as lado a lado do meio da forma para as extremidades.
7. Deixe levedar até dobrar de volume e pincele com a gema de ovo e levar ao forno pré-aquecido (180ºC) por 30 minutos, ou até que os caracóis estejam dourados.
8. Repita os passos 4, 5, 6 e 7 com a outra metade da massa.

Olha só o caracol aberto...

Dicas para obter um efeito brilhante, quando retirar do forno, pincele geleia, mel ou até um pouco de margarina derretida.

Obs: no meu caso, a receita rendeu 1 forma de  27cm e 1 de 21cm.

Um ótimo dia à todos!
Beijocas,

Cintya Maria

07/03/2013

Inspirações para a Páscoa

A Páscoa é uma das minhas datas prediletas! Adoro coelhinhos (já tive 3) e sou chocólatra-alérgica assumida!
Neste ano, inspirada por essa data, resolvi dar início à minha lojinha virtual e assim comercializar as minhas próprias guloseimas, como contei nesse post aqui.
Mas esse não é o motivo desse post. Na verdade, por estar tão envolvida e contagiada por esse clima e aroma de chocolate que paira no ar, gostaria de inspirá-los com algumas fotos e ideias, coletadas de alguns sites bacanas.

Presentinhos "faça-você-mesmo" ou Sobremesas

Com o preço abusivo dos ovos de Páscoa industrializados, por que não arregaçar as mangas e fazer você mesmo as lembrancinhas? Além de deliciosas, ficarão recheadas de carinho, não é mesmo?

1. Mousse de Chocolate (Receita AQUI)

2. Biscoitinhos (Foto DAQUI)

3. Pirulitos vestidos de coelhinhos (PAP e download AQUI)

4. Pães de Laranja (Receita AQUI)

5. Bolinhos de Chocolate com Coelhinhos (Foto DAQUI)

6. Falsas cenourinhas, feitas com morango e chocolate branco (Foto DAQUI)

Gostaram? Espero que sim! Agora preciso ir e continuar com a mão-na-massa, ops, quer dizer, no chocolate!

Beijos açucarados!
Cintya Maria

06/03/2013

Risoto de Brócolis, Ervilha e Bacon

(A cor rosada do risoto se deve ao fato de eu ter usado vinho tinto seco)

Depois de muito visitar as cozinhas "dazamigaz" (leia "blogs das amigas"), aprendi que o que eu comia na casa de meus pais era arroz de forno, e não o verdadeiro risoto italiano, feito como manda o figurino.

Não sei o porquê, mas eu tinha um certo receio em preparar o famoso prato Italiano, talvez por medo de não saber achar ou entender a hora certa de desligar o fogo. E por isso, eu postergava ainda mais a minha estreia.

Entretanto, inspirada por um belo domingo de sol e encorajada pelo simples, porém excelente livro que eu ganhei aqui, resolvi colocar a mão na massa, ops, no arroz carnarolli ...rs

E não é que acertei? Alívio total...

A minha primeira (e segunda) receita foi um risoto de palmito e abobrinha: simplesmente divino! Segui a receita à risca e não teve perigo de algo dar errado, pois as instruções do livro eram detalhadas, o que facilitou a execução, até para uma principiante como eu.
Na terceira vez, resolvi, modestamente "ousar" e fazer o risoto com uma combinação de ingredientes que eu particularmente adoro, e que funciona também com macarrão (receita aqui).
Vamos ver como ficou?

Risoto de Brócolis, Ervilha e Bacon
Para 2 pessoas

04 xíc. (chá) de água
01 envelope de caldo de legumes em pó
01 colh. (sopa) de manteiga
02 colh. (sopa) de cebola picada
02 dentes de alho picadinhos
3/4 de xíc. (chá) de arroz carnarolli
1/3 de xíc. (chá) de vinho branco seco (como eu não tinha, usei o tinto seco e ficou muito bom, apenas a coloração do arroz foi alterada, ficando rosado)
1/3 de xíc. (chá) de brócolis picado (eu uso sempre o congelado para evitar perdas)
1/3 de xíc. (chá) de ervilhas
1/3 de xíc. (chá) de bacon picado
1/2 de xíc. (chá) de queijo parmesão picado ou ralado grosso (eu não tinha; usei o meia-cura)
Salsinha e lascas de queijo para finalizar

Preparo

1. Misture o caldo de legumes em quatro xíc. (chá) de água e aqueça (e mantenha aquecido).

2. Em uma panela, derreta a manteiga e frite a cebola, o alho e o bacon rapidamente.

3. Junte o arroz e toste-o por aproximadamente 1 minuto, para que os grãos fiquem cobertos por uma camada de gordura, a qual evitará que o líquido seja absorvido rápido demais.

4. Acrescente o vinho branco. Ele dará um toque de acidez e perfume ao prato. (o mais comum é usar vinho branco seco, mas também é possível usar o tinto seco, do Porto ou mesmo outras bebidas alcoólicas, como cervejas e destilados (estes porém em menor quantidade).

5. Assim que o vinho secar, adicione, com o auxílio de uma concha, o caldo de legumes quente, aos poucos, mexendo sempre, para evitar que o arroz grude na panela e, para que o contato de todos os grãos com o líquido seja maior, e assim a camada de amido se dissolva, aumentando também a cremosidade do prato.

6. No meio do cozimento, acrescente o brócolis e a ervilha.

7. Quando o arroz estiver macio e apenas com um pouco de líquido, desligue o fogo e acrescente o queijo,  misturando até derreter e o risoto ficar cremoso.

8. Tampe a panela e deixe o risoto descansar por 1 ou 2 minutos, para atingir o ponto perfeito.

9. Sirva imediatamente, em pratos fundos, salpicando a salsinha e colocando as lascas de queijo. (se continuar esquentando depois de chegar ao ponto certo, o arroz continua a absorver o líquido e transforma-se em papa). Bom apetite!

Obs: esse post não é um publieditorial, ok?

Espero que tenham gostado das dicas e da receitinha!

Beijocas mil,
Cintya Maria





04/03/2013

Nova Página "ENCOMENDAS"

- Atelier Gourmet -


Olá!!!

Quando eu disse nesse post aqui que eu teria algumas novidades, eu estava falando muito sério.
Sou uma pessoa que pensa, pondera e planeja bastante antes de começar alguma coisa ou tomar uma decisão importante que trará consequências. Sempre fui assim, ou melhor, fui ensinada pelos meus pais a ser assim e por isso sou muito grata à eles.
Acredito que quando planejamos, a chance ou risco de algo dar errado é um pouco menor, o que já é bom! (otimista sempre!)

Para completar os ensinamentos que recebi (e utilizo), também faz parte de minha personalidade ser assim: planejada, organizada e detalhista, ou melhor, uma típica virginiana (embora não acredite em horóscopo, a descrição do signo se encaixa...rs). Admito que o meu jeito chato de ser muitas algumas vezes atrapalha, em outras ajuda, pois sou muito exigente e quero sempre o melhor.

Tudo isso para contar para vocês que, depois de "muito pensar", inauguro hoje a minha LOJA VIRTUAL.

Para conhecer um pouco mais da minha proposta, convido-lhe à acessar o link abaixo:



Beijos e uma ótima semana à todos!
Cintya Maria

01/03/2013

Torta de Batata com Ervas, Cebola & Queijo - simples, versátil e perfeita!



Já estamos em Março!
O ano mal começou e já sinto que está passando muito rápido.
Lulu Santos estava certo quando cantava: "hoje o tempo voa amor... escorre pelas mãos... mesmo sem se sentir... Mas eu sinto, sinto que vivo exatamente isso!
E é por essa razão que acho que devemos usar o tempo da melhor maneira possível, não esquecendo que cada momento é único e nunca mais voltará atrás ou se repetirá. Nossa! Pensando assim dá até um frio na barriga, não dá? É a vida: esse é o PRESENTE!

E para não perdermos tanto o nosso tempo, que é precioso, hoje trago a reprodução de uma receita  simples, versátil e perfeita, publicada ontem, pela minha amiga Sandra Reis, em seu blog Receitas do Caldeirão da Bruxa Solar. Isso mesmo, vi a receita ontem e imediatamente resolvi fazer! E num instantinho ela ficou pronta! Que beleza!!!

O que atraiu para fazê-la? Primeiro a combinação dos ingredientes, que eu adoro, segundo pela rapidez e terceiro porque fiquei curiosa em relação à textura.
E olha, posso garantir pra vocês que é magnífica! Em cada mordida, eu sentia um sabor, ora o alecrim, ora o queijo, ora a salsinha... E isso me levou a pensar nos ingredientes que posso acrescentar, como por exemplo, outros tipos de legumes (brócolis, abobrinha, ervilha, cogumelos etc) e também carnes, como bacon, peito de peru, calabresa etc. Isso sem falar nos diferentes tipos de queijo que podemos utilizar! Por isso que eu achei versátil.
Já pensou, ao invés de servirmos o tradicional purê para acompanhar uma carne, surpreendemos com essa torta? Ninguém irá resistir! E ela é tão fácil quanto um purê!
Quer ver só? Então é só continuar a leitura!
Ah! Uma última coisinha, como ontem eu almocei sozinha, precisei reduzir as quantias, portanto a "minha" receita rende uma porção generosa para 01 pessoa (eu almocei "só" isso e para mim foi suficiente!). Se você for mais guloso(a), sugiro acessar o link da receita original, ok?



Torta de Batata com Ervas, Cebola & Queijo
Receita levemente adaptada DAQUI
Rendimento: 01 porção generosa

2 batatas médias
1 cebola pequena picada em pedaços
2 colheres (sopa) de manteiga + para untar a fôrma/refratário
1 ovo
1 punhado de ervas picadas: salsa, cebolinha, manjericão (como eu não tinha manjericão, substituí por alecrim)
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado (usei o meia cura porque eu não tinha parmesão suficiente! rs... Se quiser, pode colocar mais queijo! Eu coloquei...rs)
1/2 colher (café) de noz moscada
Sal a gosto

Preparo

1. Cozinhe as batatas até ficarem macias.
2. Escorra e esprema usando um amassador ou espremedor.
3. Adicione uma das colheres de manteiga, as ervas, a noz moscada, o queijo e os ovos levemente batido. 4. Misture bem e reserve.
5. Enquanto isso, em uma frigideira derreta a outra colher de manteiga, acrescente as cebolas e deixe até dar uma leve amolecida.
6. Junte as cebolas à mistura das batatas.
7. Pré aqueça o forno a 220°C.
8. Unte generosamente a fôrma ou o refratário com manteiga.
9. Coloque no fundo algumas ervas para decorar.
10. Preencha o recipiente com a massa das batatas.
11. Leve para assar até ficar com uma coloração dourada.
12. Aguarde uns 5 minutos e desenforme.


Aqui a torta chegando ao fim...

Bom apetite e uma ótima sexta-feira pra você!

Beijocas,
Cintya Maria