25/07/2013

Bolo úmido de Chocolate com Coco

Embora eu não esteja de férias, Julho tem sido um mês agitado para mim... Encontros, visitas e muito calor humano (com esse frio, um calor desses é sempre bom!). Tenho tentado deixar a vida virtual um pouco de lado, pois eu andava muito viciada, confesso...rsrs. Por isso a demora para escrever os posts, me desculpem. Não que minhas amizades virtuais não me tragam alegrias, mas deixar os que estão ao meu lado também não é certo.
Então, na semana passada recebi a visita da minha priminha segunda (filha da minha prima), uma fofa por quem tenho um carinho muito grande e a acompanho desde o seu nascimento, em 2003. Hoje, ela já está uma "mocinha", mas mantém a sua doçura. Convidei-a para dormir aqui em casa para juntas nos divertir. E foi uma delícia! À tarde, fomos para a cozinha preparar um bolo de chocolate e assim que ficou pronto, nos lambuzamos feito crianças... ops, ela ainda é uma criança e eu...rs... eu tento ser mais adulta! hahaha...
O sabor do bolo foi escolhido por ela e alteração da receita ficou por minha conta e risco.
Vamos conferir o que aprontamos?


Bolo úmido de Chocolate com Coco
Receita levemente adaptada do livro Dona Benta

02 xíc. (chá) de açúcar
01 xic. (chá) de manteiga (em temperatura ambiente)
03 ovos separados (claras em neve)
04 colh. (sopa) de chocolate em pó (usei o da Callebaut)
02 xíc. (chá) de farinha de trigo
02 xíc. (chá) de leite integral (em temperatura ambiente)
01 pacote de 50g de coco ralado
01 colh. (sopa) de fermento em pó para bolos

Preparo
1. Em uma tigela, peneire a farinha de trigo e o chocolate juntos. Misture-os com um garfo até ficar uniforme. Reserve.
2. Em uma tigela média, bata as claras em neve. Reserve. (elas serão utilizadas no final da receita)
3. Em uma tigela grande, bata bem, até obter um creme claro e fofo, o açúcar, as gemas e a manteiga.
4. Acrescente ao creme acima, a farinha e o chocolate peneirados, alternando-os com o leite.
5. Mais uma vez, bata, para ficar homogêneo.
6. Acrescente o coco ralado e misture bem até a massa ficar uniforme.
7. Coloque as claras em neve por cima da mistura do bolo e peneire o fermento sobre elas. Com o auxílio de um garfo, misture delicadamente as claras, com a massa até que esteja tudo bem incorporado.
8. Despeje a massa sobre uma forma (de 27 ou 28 cm) untada e enfarinha e leve ao forno pré-aquecido (180°C) por aproximadamente 45 minutos. Faça o teste do palito para verificar se o bolo já está assado.
9. Após assado, retire o bolo do forno e deixe na assadeira por +/- 5 minutos.
10. Enquanto isso, prepare a cobertura de chocolate.

Cobertura de Brigadeiro
01 lata de leite condensado
01 colh. (sopa) de manteiga
04 colh. (sopa) de chocolate em pó

Preparo
Leve todos os ingredientes ao fogo baixo, mexendo sem parar para que não forme grumos. O ponto certo do brigadeiro é quando a massa começa a se desprender do fundo.

Montagem do Bolo
Desenforme o bolo e despeje a cobertura ainda quente sobre o bolo.


E aqui estamos nós... Essa foto foi tirada em 2006, hoje, ela está bem mais alta e eu, bem... com mais alguns cabelos brancos rsrs...
Amo muito tudo isso!!!
Espero que tenham gostado e aproveitem esse friozinho para comer um bolinho quente à tarde...
Beijocas... Cintya Maria


22/07/2013

Chocolate Thumbprint

"A vida é a arte dos encontros, embora haja tantos desencontros pela vida..."
O poeta era mais do que sábio quando fez essa canção...
Eis que 22 anos depois, a gente encontra uma pessoa que fez parte de nossa vida... Grandes recordações, altas risadas e redescobre-se a beleza da amizade. Assim foi quando reencontrei a Silvia, minha amiga dos tempos de ginásio (sim, sou do tempo do ginásio e do colegial rsrsrs). Dentre muitas descobertas de coisas em comum, compartilhávamos o desejo de reunir toda a nossa turma dos velhos tempos. Amadurecemos a ideia, convocamos mais dois amigos para nos ajudar e todos juntos trabalhamos duro para a realização desse encontro, o qual ocorreu no último sábado. Momentos maravilhosos e de muito brilho no olhar... a certeza de que a amizade, quando sincera é o maior tesouro!
Durante os dias que antecederam ao encontro, nós duas, Silvia e eu, tivemos que arrumar um pretexto para nos reunir para acertar os detalhes e, em um desses dias, como sabia com uma certa antecedência que ela viria, resolvi preparar um pãozinho (fiz esse AQUI) e mais umas bolachinhas, pois há tempos não fazia bolachinhas... Consegui eliminar mais uma receita da minha "to do" list.
E a receita escolhida foi essa, a famosa Chocolate Thumbprint, da Martha Stewart. Por ser de chocolate, achei que seria mais fácil agradar a minha amiga.
A execução da receita é super tranquila. E a bolachinha fica macia, o que me surpreendeu, pois eu esperava que fosse crocante.
O sabor é, na minha suspeita opinião de chocólatra, incrível. Eu apenas achei que vai muito sal, e por isso, quando eu fizer da próxima vez, vou reduzir a quantidade.
Chocolate Thumbprint
Receita DAQUI

02 xíc. (chá) de farinha de trigo
01 xíc. (chá) de chocolate em pó (usei o da Callebaut) ou se preferir, cacau em pó
02 colh. (chá) de sal granulado (eu achei muito!!!)
226g de manteiga amolecida
1 e 1/3 de xíc. (chá) de açúcar refinado
02 gemas
02 colh. (sopa) de creme de leite (usei o de caixinha)
02 colh. (chá) de extrato de baunilha

Preparo da Massa
1. Pré-aqueça o forno à 180°C.
2. Peneire a farinha de trigo, o chocolate em pó e o sal. Reserve.
3. Com o auxílio de uma batedeira, bata a manteiga e o açúcar até que a mistura esteja com uma coloração bem clarinha e fofa.
4. Em velocidade média, acrescente as gemas, o creme de leite e o extrato de baunilha
5. Acrescente a mistura dos secos (trigo, chocolate e sal) e bata até obter uma massa homogênea.

Moldando as bolachinhas
1. Usando uma colher de sobremesa, separe uma porção da massa e enrole, formando bolinhas.
2. Passe as bolinhas no açúcar cristal.
3. Use o cabo de uma colher de pau para fazer um furo no meio de cada bolinha. (não precisa untar o cabo da colher).
4 e 5. Forre uma forma com papel manteiga e coloque as bolachinhas, deixando um espaço de +/- 2cm entre elas.
6. Leve as bolachinhas ao forno pré-aquecido (180°C) por aproximadamente 20 minutos.
7. Depois de assadas, deixa-as esfriar um pouco na assadeira e em seguida, transfira-as para grades de resfriamento.
8. Recheie as cavidades com ganache, creme de avelã, geleia de frutas ou qualquer outro recheio de sua preferência.
9. Guarde as bolachinhas em recipientes fechados por uma semana, isso se sobrarem, é claro! ;-)
10. Essas bolachinhas são ótimas para um chá da tarde ou até mesmo para presentear alguém querido!

Eu e minha amiga Silvia 
Espero que tenham gostado!
Beijocas e ótima semana pra vcs!
Cintya Maria

17/07/2013

Pão Doce com Limão


Olá pessoal!!! Espero que estejam todos bem!!!
Sei que estava devendo essa receita de pão, pois postei a foto lá na minha fan page do Facebook há alguns dias. Porém essa última semana foi bem agitada e não tive tempo de sentar e escrever um post descente pra vocês.
Mas, hoje, aqui estou!
E hoje preciso contar uma coisa pra vocês: pensei muito para escrever sobre essa receita, pois apesar de ela ter dado certo, para o meu paladar ficou muito azeda... Mas, como nem todo mundo aprecia os mesmos sabores, achei que não seria justo não compartilhar.
Pois bem, esse pão fica muito macio, a textura é ótima, apenas o gosto achei muito forte. Penso em fazê-lo novamente, mas reduzindo a quantidade de suco de limão.
E para amenizar o sabor azedo, espalhei Nutella sobre o pão, o que combinou perfeitamente!
Nada que um pouco de chocolate para resolver o problema. =)
Pão Doce com Limão
Levemente adaptado do livro 200 Receitas de Pães Tentadores

200ml de água
25g de manteiga sem sal (temperatura ambiente)
Raspas de 2 limões
04 colh. (sopa) de suco de limão
1/2 colh. (chá) de sal
400g de farinha de trigo para pães
65g de açúcar
3/4 de colh. (chá) de fermento biológico seco

Preparo na MFP
1. Retire a forma da máquina e encaixe a pá de sovar.
2. Coloque a água, a manteiga, as raspas de limão, o suco do limão, o sal, a farinha, o açúcar e o fermento.
3. Encaixe a forma no aparelho e feche a tampa.
4. Selecione o programa "Massa".
5. Quando o ciclo terminar, abra a massa e modele o pão como preferir.
6. Pincele um pouco de leite sobre o pão e leve-o para assar.
7. Asse em forno pré-aquecido a 200°C por 30 minutos, ou até o pão estar crescido e dourado.

Bom apetite!
Beijocas e um ótimo dia pra vocês!

Cintya Maria

PS: todos os pães que são feitos na MFP (Máquina de fazer pão) podem ser feitos manualmente, ok?

11/07/2013

Panna Cotta com calda de Amoras


Há um século eu queria testar essa receita e usar as minhas lindas amoras congeladas e forminhas novinhas em folha...rsrs
E graças ao feriado prolongado aqui no estado de São Paulo, arregacei as mangas e fui pra cozinha, apesar do frio. Digo apesar do frio porque esse tempo me deixa preguiçosa e só de pensar em fazer algo diferente, penso na louça que terei que lavar embaixo da água gelada que sai da torneira... aff...
Me desculpem, mas não sou perfeita. Tenho meus dias de preguiça, sim! E quem não tem? Que atire a primeira pedra. Mais uma razão para eu preferir o calor...
Bom, deixando um pouco o frio de lado, o que também me motivou para fazer essa receita, foi que eu queria estrear o meu presente de Natal (um pouco atrasada, confesso! rsrs), que ganhei do meu irmão caçula, o Maurício. Ele me deu um livro lindo no Natal passado, chamado Culinária Itália - Especialidades Italianas. O livro é formidável, pois é divido em regiões e além das receitas, você conhece um pouco da história e da cultura Italiana. Impossível não se apaixonar! Super recomendo!
E como ultimamente tenho postado mais receitas salgadas do que doces, escolhi uma doce e clássica: a panna cotta! Segundo a autora Claudia Piras:

"(...) A panna cotta é também uma sobremesa extremamente simples, mas, quando se utilizam boas natas, é incrivelmente deliciosa. Não é diretamente originária do Vale de Aosta, é antes uma sobremesa típica de todo o norte da Itália, visto que desde sempre foi explorada a indústria dos laticínios. Nos dias de hoje, a panna cotta é, no entanto, preparada em praticamente todas as regiões. (...)"

Para mim esse pudim tem um sabor suave e delicado que é valorizado pela calda. Imperdível!
Panna Cotta com calda de Amoras
Receita levemente alterada DAQUI

03 folhas de gelatina
1/2 litro de creme de leite fresco
20g de açúcar refinado
01 colher (chá) de essência de baunilha

Preparo da Panna Cotta
1. Pique as folhas de gelatina e coloque os pedaços dela em um prato fundo, com 05 colheres de sopa de água, para hidratarem. Reserve.
2. Em uma panela, leve o creme de leite, o açúcar e a baunilha ao fogo baixo, mexendo sem parar até levantar fervura.
3. Esprema a gelatina hidratada para tirar o excesso de água.
4. Em seguida, retire a panela do fogo, acrescente a gelatina mexendo constantemente até que ela se dissolva por completo.
5. Assim feito, distribua a panna cotta em tacinhas ou forminhas (untadas com óleo) e deixe-as esfriar por completo antes de colocá-las na geladeira.
6. Quando estiverem frias, leve-as para gelar por algumas horas (até ficarem firmes).
Calda de Amoras
250g de amoras
03 colheres (sopa) de açúcar
1/2 limão

Preparo da Calda de Amora
Bata as amoras no liquidificador junto com o açúcar e o limão até obter um purê. Se preferir, passe por uma peneira fina e reserve até a hora de servir. A calda fica levemente doce.

Montagem
1. Caso você tenha usado forminhas, envolva-a com um pano, e passe delicadamente uma faca (de ponta) apenas na borda do pudim para que o ar entre e dessa forma, você consiga desenformar a panna cotta. 2. 2. Se você tiver usado taças de vidro, apenas derrame a calda sobre o pudim. 
3. Decore com amoras frescas e folhinhas de hortelã.
4. Sirva imediatamente.

Buon appetito!!!
Beijocas à todos e que vocês tenham uma semana tão doce quanto a panna cotta! ;-)
Cintya Maria