24/10/2013

Pão de Atum

Dias atrás recebi da Goiás Verde e Tetra Pak, um kit de produtos, composto por: molho de tomate, seleta de legumes, milho verde, ervilha e duo (milho e ervilha juntos) e no mesmo instante eu soube como usá-lo: em uma torta salgada ou pão. Resolvi fazer pela segunda vez uma receita da minha amiga Josy, do saboroso blog Cozinhando com Josy. Digo segunda vez porque assim que ela postou a receita eu fiquei com água-na-boca e resolvi testar... Não consegui tirar fotos, porque ficou tão bom que devoramos todo o pão! Nem uma migalha pra contar história e fazer um post decente, compartilhando essa delícia com vocês.
Por isso, desta vez, tomei muito cuidado e fiz as fotos assim que o pão ficou pronto, para não correr o risco de passar pela mesma situação outra vez.
Pão de Atum
Receita quase nada modificada DAQUI

2 xíc. (chá) de farinha de trigo
1 xíc. (chá) de leite
1/2 caixinha de creme de leite 
3/4 xícara (chá) de óleo de milho ou canola
3 ovos inteiros
sal a gosto
1 colher (sopa) de fermento em pó para bolos

Recheio
2 latas de atum sólido (despreze o óleo)
1 caixinha de milho verde 
1/2 lata de ervilhas (não coloquei pq o marido não gosta muito)
1/4 xícara (chá) de azeitonas pretas picadas (usei verde, que era o que eu tinha)
1/2 caixinha de creme de leite
1 tomate bem maduro picadinho
1 cebola picada
100g de muçarela em cubos
Sal, azeite e salsinha picada a gosto
Queijo ralado ou salsinha para decorar

Preparo 
1. Faça o recheio. Em uma tigela grande misture todos os ingredientes (o atum, o milho, as azeitonas, o creme de leite, o tomate, a cebola e a salsinha) e reserve. (A Josy refogou todos os ingredientes e eu optei por colocá-los crus mesmo, pois prefiro assim).
2. Para a massa, bata todos os ingredientes no liquidificador.
3. Unte uma forma de bolo inglês com margarina e farinha de trigo e despeje metade da massa.
4. Distribua o recheio e sobre ele coloque os cubos de muçarela.
5. Despeja o restante da massa, salpique o queijo ralado (ou a salsinha) para decorar:
Na primeira vez decorei com salsinha, desta vez usei queijo ralado
6. Leve ao forno pré-aquecido (180°C) por aproximadamente 45 minutos ou até que o pão esteja dourado.
7. Sirva imediatamente! E bom apetite!!!

E aqui está kit que recebi... (o milho já foi...)

Obrigada à Goiás Verde e Tetra Pak pelo presente e à miga Josy pela deliciosa receita!

Um ótimo dia à todos!
Beijocas,
Cintya Maria

17/10/2013

Risoto de Frango & Azeitonas Pretas

Saiu mais um risoto de minha cozinha! Acho que depois que ganhei o livro com o mesmo título, no Encontro Gourmet, no ano passado, perdi o medo de fazer esse prato tão simples e que nos proporciona inúmeras combinações. E é por isso que esse prato me cativa!
Desta vez, usei frango e azeitonas pretas. Preciso dizer que ficou bom? Pois bem, eu digo e repito: ficou muito bom. A receita, usei a mesma desse risoto aqui, pois é a medida certa para duas pessoas.

Risoto de Frango & Azeitonas Pretas

04 xíc. (chá) de água filtrada
01 cubo de caldo de legumes
01 colh. (sopa) de manteiga
01 cebola média picada em cubinhos
02 dentes de alho picadinhos
01 tomate bem maduro picado em cubos
3/4 de xíc. (chá) de arroz carnaroli
1/2 de xíc. (chá) de vinho branco seco
3/4 de xíc. (chá) de peito de frango cozido (na panela de pressão, com água e sal) e desfiado
1/2 xíc. (chá) de azeitona preta fatiada
1/2 de xíc. (chá) de queijo meia-cura ralado
Salsinha a gosto (opcional)
Sal (apenas se necessário) e pimenta-do-reino a gosto

Preparo
1. Misture o caldo de legumes em 4 xícaras (chá) de água e leve ao fogo baixo até aquecer bem. (mantenha a água aquecida durante todo o processo).
2. Em uma panela, derreta a manteiga e frite o alho e a cebola rapidamente. (não deixe o alho dourar!)
3. Junte o arroz e toste-o por aproximadamente 1 minuto, para que os grãos fiquem cobertos por uma camada de gordura, a qual evitará que o líquido seja absorvido rápido demais.
4. Acrescente o vinho branco. 
5. Assim que o vinho secar, adicione, com o auxílio de uma concha, o caldo de legumes quente, aos poucos, mexendo sempre, para evitar que o arroz grude na panela e, para que o contato de todos os grãos com o líquido seja maior, aumentando também a cremosidade do prato.
6. No meio do cozimento do arroz, acrescente o tomate e o frango desfiado, misturando-os delicadamente.
7. Continue adicionando o restante da água, aos poucos e mexendo suavemente.
8. Acrescente a salsinha (opcional)
9. Quando o arroz estiver macio e com pouco líquido, desligue o fogo e acrescente o queijo, misturando até derreter e o risoto ficar cremoso.
11. Adicione a azeitona preta e a salsinha.
12. Tampe a panela e deixe o risoto descansar por 1 ou 2 minutos, para atingir o ponto perfeito.
13. Sirva imediatamente.


Bom apetite!
Beijocas,
Cintya Maria

16/10/2013

8° World Bread Day - Pão de Aveia, Mel & Coco

Hoje, é o dia mundial do pão (World Bread Day) e para comemorar essa data, toda a blogsfera se reúne e coloca a mão na massa. E este, é o 8° ano dessa comemoração, uma iniciativa que partiu do blog Kochtopf, no ano de 2006.
Pela primeira vez, o blog Cozinhar é Preciso participa e celebra desse dia que homenageia esse alimento essencial em nossas vidas.
Como todos sabem, sou apaixonada por pães caseiros e esse é um dos motivos que me levaram à ficar atenta à data dessa blogagem coletiva. E quase que eu não consigo, viu? O dia foi tumultuado por aqui, mas ainda bem que deu tempo! Ufa!
Como de costume, usei a minha MFP (máquina de fazer pão) para fazer a massa. Já a modelagem fiz à mão e assei em forno convencional.
A escolha da receita foi por um pão integral simples, porém muito macio e que leva ingredientes pelos quais sou apaixonada: a aveia e o coco.
Espero que vocês testem e se apaixonem, assim como eu!

Pão de Aveia, Mel & Coco
Receita quase nada adaptada DAQUI

1 1/3 copos de água (320ml)
1 1/2 colh. (sopa) de manteiga em temperatura ambiente
1 1/2 colh. (chá) de sal
2 colh. (sopa) de mel
1 colh. (sopa) de melado
2/3 copo de aveia em flocos (160ml)
4 colh. (sopa) de coco ralado levemente tostado
2 1/2 copos de farinha de trigo (600ml)
1 copo de farinha de trigo integral (240ml)
1 1/2 colher (chá) de fermento biológico seco instantâneo

Preparo
1.Retire a forma de dentro da máquina.
2. Adicione todos os ingredientes na ordem acima, primeiro os líquidos e depois os sólidos, terminando com o fermento.
3. Recoloque a forma na máquina. Feche a tampa e selecione o ciclo Massa.
4. Depois do BIP final, transfira a massa para uma superfície polvilhada com farinha de trigo e modele os pães no tamanho desejado.
5. Coloque o pão em uma forma untada e enfarinhada.
6. Pincele um pouco de leite sobre o pão e salpique aveia por cima.
7. Deixe crescer por uns 20 minutos.
8. Asse em forno médio (180º), já pré-aquecido até o pão ficar dourado.

Beijocas e até mais!
Cintya Maria



14/10/2013

Curso de Chocolate

Eu ando num ritmo tão frenético de compromissos e trabalho, que mal estou tendo tempo para postar tudo (ou quase tudo) o que sai da minha cozinha ou tem relação com o blog.
E é por essas e outras que venho contar somente hoje sobre um curso sensacional que fiz em Agosto: o Módulo I - Chocolates, da Divas Chocolatria.
Em 2010, conheci virtualmente o irresistível blog da Simone Izumi e já de início me identifiquei, pois temos a mesma paixão: o chocolate! Através do blog, tive conhecimento dos cursos e esperei o momento certo para fazê-lo.
Numa manhã de sábado, parti para a capital com a cabeça cheia de dúvidas, as quais surgiram quando resolvi comercializar, pela primeira vez, guloseimas de chocolate na Páscoa.
E foi pensando em evitar transtornos e sofrimentos futuros, que resolvi fazer o curso de chocolate, pois nada melhor do que um aprendizado / aperfeiçoamento com um profissional extremamente capacitado. Portanto, as minhas expectativas eram muitas.
Chegando no local, que por sinal é de fácil acesso, até mesmo para uma pessoa como eu que não possui tanta prática em dirigir em SP, encontrei as minhas colegas de turma e começamos a conversar. Eu estava tensa, com medo de que todas tivessem muita experiência no assunto e eu ficasse para trás. Ledo engano! Algumas eram boleiras, outras não tinham nenhum tipo de conhecimento, outras até possuíam alguma experiência, mas nada que fosse realmente fazer a diferença durante a aula. Me senti aliviada!
Eis que chega a nossa mestra Simone, uma pessoa muuuuuito carismática, alto-astral e que ama o que faz. Nota-se no primeiro momento a sua paixão pelo "Santo Theobroma Cacao", mais popularmente conhecido por nós como "chocolate". E isso contagia, viu?
Ela inicia o curso com a teoria, a qual nos é transmitida em detalhes, trazendo informações preciosas. E após absorvermos o conteúdo (ou pelo menos tentarmos), vamos à prática, que é de fato a parte mais esperada por todas as alunas, e a mais divertida, diga-se de passagem! rsrs.
A seguir, deixo algumas fotos para vocês:

À esquerda, Simone Izumi com a mão na massa, ops, na trufa. E à direita as alunas praticando
Bowls com chocolate derretido (não dá vontade de pular dentro? rsrs) e exemplos de decoração com chocolate branco


À esquerda, a linda cozinha. Nos suportes pink e laranja, Trufas de Limão Siciliano
Fudges de Chocolate

Copinhos de Cointreau
Eu (1a. à esquerda) e a turma toda reunida depois do trabalho realizado!
E antes que vocês me perguntem... sim, as minha dúvidas foram todas resolvidas! O curso é espetacular e é claro que eu recomendo!!!
Agora, rumo ao Módulo II. =)

Beijocas,
Cintya Maria

PS: a gente come muito durante o curso, viu? E além disso, levamos as guloseimas para casa... uma perdição até para aqueles que não são chocólatras! rsrs

10/10/2013

Bolachinhas com Goiabada

E não tem só chocolate nesse blog, não!
Hoje tem goiabada? Tem sim senhor!...Só que na bolachinha, o que é melhor ainda, não acham?
Resolvi fazer essas bolachinhas, inspirada na chegada da primavera, essa estação multi-cor que eu adoro!
A escolha da receita foi pelo "recheio", ou seja, pela goiabada. Mas a massa não deixa à desejar: ela fica pronta num instantinho, é muito prática de se trabalhar e possui um sabor bem suave. Depois de assada, a bolachinha adquire uma leve crocância e a goiabada se derrete quase que por completo.
Que tal chamar a criançada, já que estamos no mês delas, para colocarem a mão na massa?

Bolachinhas com Goiabada
Receita do Livro Dona Benta (pág. 852)

3/4 de xíc. (chá) farinha de trigo
1/4 de xíc. (chá) de açúcar
2 colh. (sopa) de manteiga em temperatura ambiente
2 ovos
1 colh. (chá) de fermento em pó
Goiabada

Preparo
1. Peneire a farinha, o fermento e o açúcar. Reserve.
2. Junte os ovos e a manteiga à mistura dos secos e amasse até que a massa fique homogênea e solte das mãos.
3. Abra a massa com o auxílio de um rolo sobre uma superfície polvilhada com farinha.
4. Corte as bolachinhas com um cortador próprio para bolachas, no formato de sua preferência. Se você não tiver cortador, use a boca de um cálice para fazer as bolachinhas.

5. No meio de cada bolachinha, coloque um pedaço de goiabada.
6. Forre uma assadeira com papel manteiga e distribua sobre ele as bolachinhas.
7. Leve ao forno pré-aquecido (200°C) por aproximadamente 20 minutos ou até perceber que as bordas estão douradas.
8. Guarde as bolachinhas em um pote bem fechado.

Não ficaram fofinhas? Espero que tenham gostado!

Tenham um ótimo dia! =)
Beijocas,
Cintya Maria



09/10/2013

Bolo de Chocolate com Kit Kats e M&M's

Escolher um bolo de aniversário é sempre um martírio para mim. Eu já havia contado sobre isso no post sobre o meu bolo deste ano. E desta vez, fiz diferente. Escolhi dois bolos divinos e fiz os dois! Calma, vou explicar: não para o mesmo dia, obviamente. Um deles, eu preparei para o 29/08  (clique AQUI para ver a receita) e o outro, eu fiz para quase um mês depois, afinal, eu tinha que ter uma desculpa esfarrapada para testar o segundo.
Propositadamente, deixei para postar a receita no Mês das Crianças, afinal não há mês mais propício, você não concordam?
Pois bem, desde que vi este bolo no blog da Paula, o irresistível The Cookie Shop, eu salvei a receita imediatamente e aguardei o tão esperado dia para fazê-lo.
Parece ser um bolo complicado, mas na verdade ele é um bolo simples, extremamente saboroso e macio, com um acabamento lindo e descomplicado, que impressiona, nada além disso, eu juro!
Por isso, se você, assim como eu, sempre quis saber como fazer esse bolo, é hora de ir para a cozinha e começar a untar as suas formas! A criança que habita em você agradecerá o resultado final, vai por mim!

Bolo de Chocolate com Kit Kats e M&M's
03 xíc. (chá) de farinha de trigo
1 e 1/2 xíc. (chá) de chocolate em pó
1 e 1/2 colh. (sopa) de fermento em pó
2 e 1/2 xíc. (chá) de açúcar refinado
6 ovos
1 e 1/4 xíc (chá) de óleo de canola (pode ser de milho ou girassol)
1 e 1/4 xíc. (chá) de leite

Preparo
1. Unte e enfarinhe duas assadeiras redondas de 20cm de diâmetro. Pré-aqueça o forno (180°C).
2. Numa tigela grande, peneire juntos a farinha, o chocolate em pó e o fermento. Reserve.
3. Misture o leite e o óleo. Reserve.
4. Na batedeira, bata os ovos com o açúcar até obter uma mistura clarinha e dobrar de volume.
5. Junte a mistura de leite + óleo e os ingredientes secos peneirados aos poucos, sem parar de bater, até ficar homogêneo.
6. Divida a massa entre as assadeiras preparadas.
7. Leve as 2 assadeiras para o forno e asse os bolos por +/- 40 minutos. Faça o teste do palito para ver se estão assados, caso contrário deixei mais um pouquinho e vá testanto (foi o que eu fiz!). Atenção: não abra o forno nos primeiros 20 minutos!
8. Depois de assados, deixe  os bolos amornarem e desenforme-os sobre folhas de papel alumínio ou papel manteiga.
9. Deixe esfriar completamente e nivele, cortando o topo do bolo que ficou arredondado, se precisar. Tente deixar reto, mas não se preocupe muito em ficar perfeito.

Cobertura e Recheio
285g de chocolate meio amargo picado
1/2 xícara de água
150g de manteiga sem sal, cortada em pedacinhos, temperatura ambiente

Preparo
1. Pique o chocolate em pedaços pequenos, coloque em um refratário juntamente com a água e derreta em banho maria (ou no microondas, em intervalos de 30 segundos). Tenha paciência porque você terá a impressão de que eles não se misturarão, mas eu garanto que irão, só vá mexendo.
2. Quanto estiver bem homogêneo, junte a manteiga em pedacinhos, misturando bem.
3. Deixe esfriar em temperatura ambiente até chegar a uma consistência “espalhável” com espátula.

Montagem
15 pacotinhos de chocolate Kit Kat 
2 pacotes de 200g de M&M 
1 fita larga para arrematar (use a cor de sua preferência)


1. Com uma faca de pão, corte o topo de cada bolo.
2. Coloque uma das massas já frias e niveladas sobre o prato de servir.
3. Espalhe um terço da cobertura com uma espátula sobre o bolo e também nas laterais.
4. Cubra com a outra massa e meça a altura com uma régua – se o bolo ficou mais alto que a altura dos palitinhos de chocolate, acerte-o novamente com a faca de pão, tentando deixar reto. O bolo deve ficar +/- 2 cm mais baixo que a altura do Kit Kat. (vide foto acima)
5. Espalhe o restante do creme de chocolate sobre o bolo e nas laterais. Se você sujar o prato, limpe-o antes de colocar o kit kat.
6. Corte todos os chocolates com uma faca sem serra.
7. Cole as tirinhas de chocolate por toda a lateral do bolo, fazendo uma leve pressão para aderirem bem à cobertura. Ao colar, observe se estão todos alinhados e corrija se necessário.
8. Com a fita, amarre toda a volta do bolo e arremate com um laço bem bonito.
9. Por último, despeje cuidadosamente os M&M's sobre o topo do bolo até que este esteja totalmente coberto.

* Outras receitas de Bolos de Chocolate *


Espero que tenham gostado!

Beijocas,
Cintya Maria


08/10/2013

Mini-trouxinha de Carne

Olha só o queijo derretido do recheio aparecendo... hummm!
Existem alguns fatos muito interessantes que ocorrem quando se tem um blog de culinária...
Se as pessoas sabem disso, quando lhe encontram, sempre comentam algo relacionado ao assunto: perguntam se conheço tal ingrediente ou se já fiz uma determinada receita. Elas também nos dão dicas preciosas, trocam experiências, ensinam, pedem para testar o prato X, o Y e também o Z. Tudo tão valioso!
Eu procuro sempre prestar atenção, pois sei que posso aprender algum truque, macete ou o que chamamos  de o "pulo-do-gato" em um preparo.
No meu caso, isso acontece com uma certa frequência, quando vou ao salão de cabeleireiro. O Rogério, a pessoa que literalmente mexe com a minha cabeça (e confesso, com meu estômago também...rs), meu querido e talentoso cabeleireiro, sempre me conta algo novo, pois ele também aprecia uma boa comida e, pelo que percebi, tem talento também na cozinha, não somente com as tesouras.
Em uma dessas minhas idas ao salão, ele me contou sobre essa mini-trouxinha de carne. Descreveu o prato com tantos detalhes que fiquei louca para testar.
E ele tinha razão: o prato é delicioso, e por mais que pareça trabalhoso, não o é, pelo menos eu não achei. E depois de pronto, podemos caprichar na apresentação, pois as trouxinhas nos permitem e nos ajudam nesse quesito, pois as danadas são fotogênicas...rsrs

Mini-trouxinhas de Carne
Receita DAQUI

4 fatias de presunto (+/- 100 g)
4 fatias de muçarela (+/- 100 g)
350 g de bife fino de patinho temperado com sal e pimenta-do-reino moída a gosto

Preparo
  • Ponha um saco plástico sobre uma tábua de carne e sobre ele um bife. Cubra-o com outro saquinho e use o lado liso do martelo para bater na carne e espichá-la. (compare o tamanho do bife nas fotos 1 e 2, logo abaixo). Corte o bife em retângulos, de mais ou menos 5 cm de largura por 9 cm de comprimento, desprezando a gordura.

  • Sobre cada retângulo de carne, coloque um rolinho de presunto com queijo, de +/- 1 cm de largura. Vá enrolando o bife dobrando as laterais para ficar bem fechado e quando formar uma trouxinha aperte ligeiramente para que o recheio não vaze na hora de grelhar.
  • Numa frigideira com um fio de azeite, acomode as trouxinhas de carne e leve ao fogo alto e vá grelhando até dourar.
  • Sirva com molho de tomates, de preferência caseiro.
Variações do mesmo prato:
Se desejar, passe as trouxinhas de carne na farinha de trigo, nos ovos batidos e em seguida na farinha de rosca. Frite em óleo quente até dourar. Retire com uma escumadeira e escorra em papel absorvente. Sirva em seguida.

Espero que tenham gostado!

Beijocas e ótima semana pra vcs!
Cintya Maria

03/10/2013

Virado de Feijão à minha Moda: "Com seu tempero fica muito mais gostoso"

Olá pessoal!
E cá estou novamente, trazendo algumas novidades, o que eu  a-d-o-r-o!!!
No ano passado, participei do 1° Encontro Gourmet, um evento nacional para blogueiros de gastronomia. Lembram?
Bem, o evento foi sucesso total, graças à competência e dedicação das organizadíssimas blogueiras Cecilia Padilha, Daniella Abolin e Sandra Reis, que trabalharam duro para que tudo desse certo (se quiser saber mais sobre esse evento, clique aqui, aqui, aqui e aqui).
E deu tão certo, que este ano teremos o 2° Encontro Gourmet (EG2), o qual será em Novembro, mais precisamente daqui 1 mês.
A minha ansiedade é tamanha, que já comecei a sonhar com os reencontros e a fazer planos do tipo: preciso abraçar quem eu não abracei no ano passado, preciso matar as saudades de fulano, conversar mais com ciclano etc etc etc...
Enfim, acredito que, mais uma vez, as horas do evento não serão suficientes para realizar tudo o que desejo.
E pensando nessa ansiedade dos participantes, a equipe do evento, em parceria com a Camil, um dos patrocinadores deste ano,  trouxe até as nossas casas o Encontro Gourmet. Como? Cada participante do EG2 recebeu uma caixinha do Feijão Pronto para Temperar, um lançamento pra lá de prático da Camil. Pensam que foi só isso? Não! Eles nos propuseram um desafio/concurso, onde cada participante terá que desenvolver uma receita usando e testando o tal produto. Serão apenas 4 os premiados, por isso, desejem-me sorte, pois a concorrência será bem grande.
E para participar, escolhi uma receita bem brasileira: o Virado de Feijão, uma paixão nacional.
Vamos à receita do meu viradinho?

Virado de Feijão à Minha Moda

1 caixa de Feijão Pronto para Temperar Camil
1 colh. (sopa) de azeite
1 cebola média picadinha
2 dentes de alho
1 tomate bem maduro picadinho
1/2 xíc. (chá) de linguiça calabresa picada em pedaços pequenos
1/3 xíc. (chá) de abobrinha picada em pedaços pequenos (opcional)
3/4 de xícara de farinha de milho em flocos (amarela ou branca)
Salsinha, pimenta-do-reino e sal a gosto (ou coloque os temperos que preferir)

Preparo
1. Em uma panela média, aqueça o azeite.
2. Acrescente a cebola e o alho e refogue-os.
3. Adicione o tomate e assim que ele murchar, agregue a calabresa e frite bem.
4. Coloque o feijão da Camil (grãos + caldo) e a abobrinha (se preferir, coloque ovos cozidos picados. Fica muito bom também!).
5. Deixe ferver por alguns minutinhos, tomando cuidado para o caldo não secar (se necessário acrescente água fervente). Nessa etapa, observe se abobrinha está macia (= cozida), testando-a com um garfo.
6. Adicione a farinha de milho aos poucos e vá mexendo. A consistência vai depender de sua preferência, se você preferir um viradinho mais sequinho, coloque mais farinha, se gostar mais molhadinho, coloque menos farinha.
7. Por último agregue a salsinha, a pimenta e o sal ou outro tempero de sua preferência.
8. Sirva o virado acompanhando uma carne de porco, um arroz branco e uma bela salada.

E aqui está a minha sugestão para o seu almoço de hoje.
Bom apetite!!!

Beijocas,
Cintya Maria