24/09/2014

Torta de Batata, Mandioquinha & Carne

Fiz essa receita há tempos.
A foto estava perdida no meu computador em uma pasta chamada "receitas ainda não postadas", ou seja no limbo, aguardando o momento certo para dar o ar da graça no blog.
E hoje é o dia dela brilhar!
O diferencial desta torta que lhes trago é a mistura de mandioquinha (batata baroa) e batatas. Além do seu sabor característico, a mandioquinha proporciona leveza à massa. Adorei a mistura e, principalmente o resultado, por isso compartilho com vocês.

Torta de Batata, Mandioquinha & Carne
Receita  DAQUI (quantias levemente adaptadas)

Para a massa
4 batatas grandes cozidas
2 mandioquinhas grandes cozidas
1 xíc. (chá) de farinha de trigo
1 ovo inteiro
1/2 xíc. (chá) de leite integral
1 colh. (sopa) de manteiga
1 colh. (sopa) de azeite
Sal a gosto
Parmesão para polvilhar
Manteiga para untar

Para o recheio
400g de carne moída (usei patinho)
1 cebola pequena picada em cubinhos
2 dentes de alho bem picados
2 colh. (sopa) de azeite
Sal, Pimenta-do-reino, cheiro verde e orégano a gosto

Preparo
1. Preaqueça o forno em 180º e unte um refratário com manteiga.
2. Cozinhe as batatas e as mandioquinhas, descasque-as e amasse-as. (use um garfo ou um mixer, como preferir)
3. Com elas ainda bem quentes adicione e misture o ovo, o leite, a manteiga, o sal e mexa bem.
4. Acrescente a farinha de trigo e mexa mais um pouco.
5. Forre o fundo de um refratário com metade desta massa de batatas. Reserve.
6. Enquanto isso, refogue a cebola e o alho no azeite. Quando a cebola estiver transparente, acrescente a carne moída. A carne irá soltar água; deixe cozinhar até a água secar.
7. Tempere com o sal, a pimenta, o cheiro-verde e o orégano.
8. Desligue o fogo e espere a carne esfriar um pouco.
9. Espalhe o recheio de carne moída sobre a massa que está no refratário.
10. Em seguida cubra com a outra metade da massa.
11. Polvilhe queijo parmesão ralado por cima de tudo e leve ao forno por 30 minutos, ou até que a superfície esteja levemente dourada.
12. Sirva com uma bela salada de folhas ou qualquer outro acompanhamento de sua preferência.
Tenham um ótimo dia!
Cintya Maria

22/09/2014

3° Encontrou Gourmet - #claroqueeufui

E aconteceu no sábado o 3° Encontro Gourmet! (pausa para suspirar...) *.*

Para quem está sempre aqui no blog, deve se lembrar das postagens referentes às edições dos anos anteriores (para relembrar, leia mais sobre: aqui, aqui, aqui, aqui, aqui aqui e aqui). E para os que são novatos nesta cozinha virtual, vou contar um pouquinho sobre esse encontro.
O Encontro Gourmet é um evento anual criado para blogueiros de gastronomia (amadora e/ou profissional). Nasceu de um desejo que tínhamos em comum: conhecer pessoalmente azamigas virtuais, ou seja, queríamos que as amizades virtuais fossem além e se tornassem reais! Esse era o motivo principal, entretanto queríamos, além de nos encontrar, comer algumas coisinhas gostosas juntos. E assim foi desde a primeira edição! Acredito que o objetivo inicial foi e continua sendo alcançado, pois o laço de amizades vem se estreitando cada vez mais!
A organização primorosa desse evento sempre esteve à cargo das blogueiras: Sandra Reis (Caldeirão da Bruxa Solar), Cecilia Padilha (Yes we cook) e Dani Abolin (Cinebistrot), as quais através de muita dedicação e amor, se empenham para nos fornecer um encontro pra lá de especial.
Ao longo de cada ano, o talentoso trio desenvolve parcerias com empresas renomadas e estas nos presenteiam durante o evento com palestras, workshops e aulas bastante instrutivas, animadas e saborosas, claro! Afinal nós precisamos fazer degustações rsrs
Nos anos anteriores, o EG aconteceu no Nacional Club, entretanto, devido ao crescimento do evento, ele foi transferido para a Estácio Gastronomia, cujo diferencial é possuir espaços apropriadamente equipados para eventos deste tipo.
O EG3 nos proporcionou workshops e também aulas do tipo "mão na massa", onde pudemos cozinhar com outros blogueiros. Para mim esse foi um dos pontos altos do evento. Sensacional!
Os worshops variaram de : receitas para micro-ondas à sobremesas utilizando vinagre balsâmico. Abaixo algumas fotos dos workshops da Tupperware e Castelo e a aula mão na massa da União.
Workshop da Tupperware (foto maior); risoto com  balsâmico Castelo;
Mini Naked Cake produzido na aula da União
Os stands possuíam equipes de atendimento altamente capacitadas e atenciosas, o que fazia com que retornássemos mais de uma vez ao mesmo local. Isso também acontecia porque os expositores nos ofereciam degustações, então se algo nos apetecia, lá estávamos nós para provar o produto novamente. rsrs
Algumas imagens dos stands
Uma das minhas prioridades no EG, além dos workshops, é o (re)encontro com azamigas! Sempre tem aquela que na edição anterior eu não conversei tudo o que queria, então aproveito para tentar colocar o papo em dia. Desta vez não foi diferente; me esforcei tanto para falar com as meninas, que acabei deixando de lado a câmera fotográfica. E ainda acordei com uma leve rouquidão no dia seguinte. Imaginem o quanto eu conversei kkkk A-d-o-r-o!!!!!!!! As pessoas sempre serão a minha prioridade.
Ao final do evento, aconteceu o tão esperado sorteio de brindes e nesta edição teve até cafeteira Nespresso e um micro-ondas gril da LG, os quais não levei, mas confesso que fiquei feliz pelas amigas que forma presenteadas! Nem posso ficar triste, pois como já é tradição, somos mimados pelas empresas patrocinadoras com kits bárbaros! Foram tantos presentes que o nosso porta-malas voltou lotado! =)
Seguem algumas fotos:
Kits - parte I
Kits - Parte II
Kit de Balsâmicos Castelo; Kit da All Food (presunto Italiano,
queijo Brie e manteiga Francesa); Kit da Cia.das Ervas; Kit da Barilla e vinho LaPastina
 E assim se encerrou mais um magnífico Encontro Gourmet! Deixo aqui o meu agradecimento especial às organizadoras, colaboradores e aos patrocinadores!
E que venha o próximo EG #claroqueeuirei \o/

Mil beijos e uma ótima semana para todos nós!
Cintya Maria

19/09/2014

Barquete de Abobrinha com Carne Moída

 Bom dia pessoal!
Trago para vocês uma receita fácil e saborosa. Acredito que muitos de vocês já a tenham feito, mas pensando naqueles que estão entrando agora no mundo da cozinha, resolvi compartilhar.
Desde que me casei - já contei isso para vocês - meu paladar mudou, ou melhor, tenho me esforçado para comer coisas que antes não faziam parte das minhas refeições. Não porque minha mãe não as fizesse, mas sim, por puro preconceito meu de achar que eram ruins e assim eu não as comia.
Desde que a abobrinha entrou definitivamente para o meu cardápio, ela se tornou um dos meus legumes favoritos. Coloco-a na sopa, no peixe, na salada, no ovo... em quase tudo! (ainda não fiz o bolo de chocolate com abobrinha, mas pretendo testar rs)
Desta vez, para variar um pouco a apresentação, resolvi fazer essas barquetes, as quais ficaram muito apetitosas.

Barquete de Abobrinha com Carne Moída
Rendimento: 2 pessoas

1 abobrinha italiana grande cortada ao meio (retire e reserve a polpa -> dicas no modo de preparo logo baixo)

Recheio
300g de carne moída (uso patinho)
1 cebola média picada em cubinhos
2 dentes de alho picadinhos
1 lata de tomate pelados
polpa da abobrinha
1/2 colh. (sopa) de azeite
Sal, pimenta-do-reino, orégano e cheiro-verde a gosto
Queijo muçarela ralado para decorar

Preparo da Abobrinha
1. Lave e higienize bem a abobrinha.
2. Corte-a ao meio, retire uma parte da polpa, deixando um pouco no fundo e nas laterais de cada metade. (observe o tanto que deixei nas fotos do post, ok?)
3. Coloque as metades em uma panela e cubra-as com água.
3. Leve a panela ao fogo forte e quando começar ferver, abaixe o fogo e conte 5 minutos. Após esse tempo, espete um garfo para verificar se as metades estão macias. Se estiverem macias (não podem estar muito moles, ok?), retire-as do fogo e coloque sobre uma assadeira. Reserve.

OBS: Caso as metades ainda estejam firmes, conte mais 5 minutos no fogo e teste novamente com o garfo. Vá monitorando e testando até estarem macias (porém não muito, ok?), pois o tempo de cozimento irá depender do tamanho de sua abobrinha e também do seu fogão. Portanto, atenção!

Preparo da Carne Moída
1. Em uma panela, aqueça o azeite em fogo baixo.
2. Acrescente a cebola e o alho e refogue-os. (até a cebola ficar transparente)
3. Adicione a polpa da abobrinha e refogue por 3 minutos ou até que esteja macia. 
4. Em seguida coloque a carne moída e cozinhe-a até dourar.
5. Junte os tomates pelados e deixe cozinhar por alguns minutos.
6. Tempere com o sal, a pimenta e o orégano e cozinhe até que a carne esteja úmida, porém com pouco molho (sim, a carne solta líquido e tem o molho de tomate!) 
7. Retire o recheio do fogo e preencha as metades das abobrinhas com a carne. Cubra a assadeira com as abobrinhas com papel alumínio e asse por 15 minutos em forno preaquecido (180°C).
8. Após esse tempo, retire as barquetes do forno, bem como o papel alumínio delas. Salpique o queijo sobre a carne e volte ao forno para gratinar por aproximadamente 15 minutos. Sirva a seguir.
Beijos e uma ótima sexta-feira pra vc! =)
Cintya Maria

PS: neste sábado acontecerá o 3° Encontro Gourmet e é claro que eu estarei lá. Trarei as novidades para vcs nos próximos posts, ok? =D

15/09/2014

Ratatouille

Para começarmos a semana de uma maneira saudável, sugiro um prato fácil, rústico e que tem se popularizado bastante recentemente: o ratatouille. É um prato de origem francesa, feito com alguns tipos de legumes temperados com ervas.
Vamos conferir a receita:
Ratatouille
Rendimento: para 3 pessoas

1 berinjela média
1 abobrinha italiana média
1/2 pimentão vermelho picado em cubos pequenos (eu sempre escolho um vermelho esverdeado rs)
1 tomate maduro
1 cebola média
Ervas finas para temperar (usei 1 ramo de alecrim fresco, orégano, salsa, alho e cebola desidratados)
Queijo parmesão ralado (para decorar), sal, pimenta-do-reino e azeite a gosto

Preparo
1. Forre um refratário com duas tiras largas de papel manteiga deixando sobras para poder fechar os legumes, formando uma trouxinha e assim cozinhá-los melhor. (pode-se utilizar papel alumínio também).
2. Fatie todos os legumes exceto o pimentão.
3. Distribua as fatias de legumes em fileiras, intercalando-as. (exemplo: 1 de berinjela, 1 de tomate, 1 de cebola e uma de abobrinha). Repita esse processo até preencher todo o refratário.
4. Regue os legumes com o azeite, salpique o sal, a pimenta e as ervas. Decore com o alecrim fresco e espalhe os cubinhos de pimentão sobre as fatias.
5. Feche os legumes com as sobre de papel manteiga, formando a trouxinha e leve ao forno preaquecido (180° C) por aproximadamente 30 minutos. Após esse tempo, abra a trouxa com cuidado para não se queimar (há vapor dentro dela) e teste com um garfo a maciez dos legumes. Se ainda estiverem firmes deixe mais tempo na trouxinha (sempre monitore o tempo e verifique a consistência de 10 em 10 minutos, para não ficar muito mole). Caso os legumes já estejam macios, retire o refratário do forno, polvilhe o parmesão ralado e volte ao forno para derreter o queijo.

E esta pronto o seu almoço! Simples, prático e saboroso!

Bom apetite e um ótimo dia para vocês!
Beijos,
Cintya Maria

11/09/2014

Testar é Preciso - # 11

Olá pessoal!

Hoje venho mostrar para vocês o que os leitores do Cozinhar é Preciso andaram aprontando em suas cozinhas. =)
A querida Elisa, do blog O que temos hoje Elisa?, pensando no Halloween, reproduziu a bolachinha de polvilho. Confiram o resultado e a execução (até a filha dela colocou a mão na massa!):
Não é muita fofura? 

Olha só que dica bacana para o Halloween! ;-)

E aqui as bolachinhas devidamente finalizadas! Um mimo!
E a Mab me enviou um e-mail com essa linda foto do cupcake Red Velvet. Não ficou um arraso?
Di-vi-no!
Para acessar as receitas reproduzidas pelas leitoras, clique nos links abaixo:

Bolachinhas de Polvilho
Cupcake Veludo Vermelho (Red Velvet)

E você? Qual receita do Cozinhar é Preciso você já testou e aprovou? Envie a sua foto!

Tenham um ótimo dia!
Beijos,
Cintya Maria

09/09/2014

Pernil com batatas

Como eu já contei na página "Quem escreve" (se você ainda não leu, clique aqui), um dos motivos de eu ter começado esse blog foi para aprender a fazer receitas que eu nunca fizera antes. Fico extremamente motivada quando sou desafiada, e não há melhor sabor do que vencer um desafio. Gosto de me testar e ver até onde consigo ir e, quando supero algum obstáculo isso me dá plena satisfação.
A cada nova receita que executo e obtenho êxito, fico radiante!
Casada há quase 5 anos, eu nunca havia feito pernil, simplesmente pelo fato de sermos só 2 aqui em casa e, para mim, pernil é um prato que deve ser comido em reuniões família.
Pois bem, essa é a minha teoria, já a minha vontade não obedece esses meus critérios imaginários.
Acordei com vontade de pernil, apenas isso. Fui ao açougue e pedi um tamanho suficiente para 2. Em casa, preparei os temperos para deixar o pernil marinando. O pernil dormiu na geladeira e no dia seguinte foi para o forno; De lá saiu todo pomposo: com uma cor linda e rodeado de batatas! Mais perfeito do que isso impossível. Não, é possível! Ainda ouvi do marido um elogio: "nossa! mas que almoço chique, em pleno dia de semana! rsrs... Sim, não comemos pernil todo dia. Não que seja um prato refinado, mas não comemos isso todo dia e, minha opinião, se colocarmos carne de porco no cardápio da semana em mais de um dia, fica enjoativo. É assim que eu penso... talvez isso seja estranho para você que está lendo, mas para mim não o é.
De agora em diante, posso dizer que aprendi fazer pernil, talvez não tão bem quanto o da minha mãe, que é uma expert quando se trata em temperar carnes. Sei que tenho muito a aprender com ela, e que um dia chegarei lá, mas por enquanto, acho que já dá até para convidá-la para experimentar o tempero do meu pernil!

Pernil com Batatas
1 pedaço de pernil sem osso de aproximadamente 350g

Para a vinha-d'alho (= tempero no qual o pernil irá marinar)
1 xíc. (chá) de vinho branco seco
2 dentes de alho socados
2 folhas de louro
1 colh. (sopa) de alecrim
Azeite, sal e pimenta do reino a gosto

Preparo

Atenção: O tempero deve ser feito na véspera do dia em que você quer comê-lo!

1. Coloque o pernil em uma vasilha relativamente grande onde você possa temperá-lo.
2. Em um pilãozinho, coloque os dentes de alho, o sal e a pimenta do reino. Soque tudo até ficar na consistência de uma pastinha.
3. Regue o pernil com o vinho branco e em seguida o azeite.
4. Esfregue sobre o pernil a pastinha feita com o alho, o sal e a pimenta.
5. Acrescente o louro e o alecrim.
6. Banhe novamente o pernil com o líquido (vinho + azeite) que restou na vasilha.
7. Transfira o pernil para um saco plástico limpo e despeje tampe o tempero que ficou na vasilha e feche o saquinho.
8. Leve o pernil à geladeira por 12 horas. (coloque o saquinho com o pernil sobre um prato, para que, caso o tempero escorra mesmo com o saco fechado, a sua geladeira não fique suja!)
9. Após esse tempo, transfira o pernil para uma assadeira e leve-o para assar (180°C), coberto com papel alumínio, por 30 minutos.
10. Após esse tempo, retire o papel alumínio e verifique se a carne está cozida. Se sim, deixe no forno até dourar e vá regando com o suco da carne que se formou no fundo da assadeira. (Opcional: ao retirar o papel alumínio, adicione batatas pré-cozidas para dourarem junto com a carne. Eu fiz isso!).
11. Se não estiver cozida, cubra novamente com o papel alumínio e volte ao forno para cozinhar e monitore de 15 em 15 minutos o cozimento).
12. Sirva com batatas, arroz branco e uma bela salada.

Bom apetite!

Beijocas,
Cintya Maria


08/09/2014

Cake Pop Fácil

Esse docinho parece trabalhoso, mas não é.
Para os que não sabem, o cake pop é uma porção de bolo espetada em um palito. Eu já havia feito cake balls de amora (confira a receita AQUI), mas no palito ainda não.
Entretanto, como fiz a maioria das receitas para o meu aniversário, tanto as salgadas quanto as doeces, eu não teria tempo de fazer um bolo para esfarelar e virar a massa base desse cake pop, porém eu queria fazê-lo. E como resolver esse dilema? Eis que me lembro de um episódio do programa da Lorraine Pascale, onde ela apresentou um atalho para o cake pop. Ao invés de utilizarmos um bolo como base, usamos bolachas recheadas! =)
Vamos aprender como fazer?
Cake Pop Fácil
Receita DAQUI
Rendimento: 18 a 20 unidades
Tempo de preparo: 40 minutos


2 pacotes de biscoito de chocolate com recheio de baunilha (Usei o Negresco)
1 colh. (sopa) de pasta de chocolate (usei a pasta de avelã Nutella)
2 barras de chocolate branco
Corante para chocolate na cor de sua preferência (opcional)
Confeitos coloridos ou castanhas (para decorar)

Preparo
1. Bata os biscoitos em um processador até triturar tudo.
2. Adicione a pasta de avelã e volte a bater, até que forme uma massa.
3. Com uma colher, retire pequenas porções da mistura e enrole de 18 a 20 bolinhas com as mãos.
4. Coloque as bolinhas em uma assadeira forrada com papel-manteiga e leve ao freezer por 15 minutos para endurecer.
5. Derreta e tempere o chocolate branco em banho-maria (ou se preferir no micro-ondas). Coloque algumas gotinhas de corante para chocolate até atingir a cor desejada. Eu usei corante vermelho.
6. Mergulhe a pontinha do palito no chocolate derretido, pois servirá como cola, e enfie na bolinha.
7. Repita o processo até terminarem as bolas.
8. Quando secar, mergulhe as bolinhas no chocolate e, em seguida, passe em confeitos coloridos.
9. Volte as bolinhas na geladeira até que o chocolate endureça (aproximadamente 10 minutos).
10. Coloque os cake pops em forminhas e estão prontos os seus docinhos.

ATENÇÃO: o resultado final é um docinho bem doce, perfeito para formiguinhas. Se não for o seu caso, substitua a Nutella por creme de leite (de caixinha) ou até mesmo cream cheese (coloque aos poucos e sinta a textura), ou troque o chocolate branco por chocolate meio amargo, ok?

Espero que tenham gostado!
Beijocas e ótima semana para todos nós!
Cintya Maria

PS: hoje é feriado por aqui! Dia de nossa padroeira, N. Sra. do Monte Serrat ;-)

04/09/2014

Docinho de Dois Leites

E o meu mês preferido se foi... Agosto, o mês do meu aniversário!
Adoro fazer aniversário! Mesmo já tendo passado dos trinta (fiz 38), o que para muitas mulheres é um horror, uma tortura, para mim não, pois o que vale é celebrar!
Sim, tenho muito o que celebrar: primeiramente o dom da vida!
E tenho tanto à agradecer... me considero uma pessoa privilegiada por receber tanto da vida.
Não sou de ficar lamentado e reclamando que estou ficando mais velha e não tenho vergonha da minha idade, muito pelo contrário, me orgulho dela. Para mim, envelhecer é amadurecer e amadurecer é enriquecer! Com o passar dos anos vamos ficando cada vez mais experientes, aprendemos muito mais com as circunstâncias e temos mais coragem para encarar os desafios. Me sinto bem melhor hoje do que quando era mais jovem! E é por tudo isso que, sempre que posso, faço questão de comemorar mais um ano de vida com as pessoas que amo.
Neste ano não foi diferente e fiz uma festinha aqui em casa mesmo. Pensei... pensei... pensei... e acabei decidindo que faria petiscos e não salgadinhos, como de costume. Pesquisei as receitas e montei um cardápio. Fiz o mesmo com docinhos e com o bolo.
O critério usado na escolha das receitas foi: praticidade na execução, pois eu já sabia que faria tudo sozinha, dos petiscos ao bolo. Fiquei muito satisfeita com o resultado. Tirei fotos da maioria das comidinhas e vou dividir com vocês ao longo da semana, ok? Portanto, não percam nenhum detalhe! ;-)
Inicio essa série de posts com um dos docinhos que servi, o qual particularmente foi o meu favorito da festa! Sabor suave e aparência simples e delicada. Um mimo para qualquer festinha!
Vamos conferir a receita?
Docinho de 2 Leites
Receita DAQUI
Rendimento: aproximadamente 30 unidades

2 xíc. (chá) de leite em pó (usei o Ninho Integral Fortificado)
2 xíc. (chá) de açúcar de confeiteiro
5* colh. (sopa) de leite de coco
1/2 xíc. (chá) de açúcar refinado ou cristal para decorar

Preparo

1. Em uma tigela média, com o auxílio de um garfo, misture o leite em pó com o açúcar de confeiteiro.
2 Aos poucos adicione o leite de coco, mexendo sempre até que a massa solte das mãos. (* se isso não ocorrer tão facilmente, acrescente mais 1 colher de leite de coco e misture tudo novamente. Teste o ponto e se necessário, repita esse processo até que a massa se desprendadas mãos, ok?)
3. Enrole em bolinhas e passe no açúcar refinado (ou cristal).
4. Coloque os docinhos em forminhas de papel, forradas com tapetinho de celofane e decore com um confeito. (eu escolhi um em formato de coração, mas poderia ser um outro qualquer).
5. Arrume os docinhos em uma bandeja (ou prato) bem bonito e pronto!

Dica: se desejar, você pode preparar o docinho de 2 Leites como recheio de bolos e tortas.

Espero que vocês tenham gostado!
Beijos,

Cintya Maria